Bíblia Diária - Para uma leitura diária e frutuosa da Palavra de Deus!
Clique aqui para criar a sua área pessoal

Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 21

Publicado em: 31/03/2012

Estamos no fim do período quaresmal e aproxima-se a Semana Santa. No capítulo de hoje vemos Jesus como aquele que vem em nome de Deus. Uma simples peregrinação de galileus a caminho de Jerusalém para a Páscoa se transforma em entrada reveladora, acompanhada pelo fervor popular.

“Hosana ao filho de Davi! Bendito aquele que vem em nome do Senhor.

Hosana ao Altíssimo!”

O episódio é iluminado por três citações: chegada do Salvador, entrada humilde do Messias, hosana de súplica e aclamação.

Jesus é recebido como Rei e mostra sua autoridade sobre a Igreja expulsando os vendilhões que através do comércio desfiguravam o sentido e a função do templo. Também observamos quando ele fala sobre a figueira censurando os que se recusam a se converter.

São muitos os ensinamentos observados neste texto do evangelho, que neste período que antecede o grande sacrifício de Jesus por nós possamos analisar nosso comprometimento com a Igreja e assim nos comprometermos com uma conversão diária e eficaz na nossa vida.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 20

Publicado em: 30/03/2012

Neste trecho do Evangelho Jesus nos dá ensinamentos sobre o Reino de Deus e a Sua justiça (1-16), sobre a Sua morte e ressurreição – não assimilada ainda pelos discípulos (17-19), sobre o exercício do poder com espírito de serviço (20-28) e sobre a cegueira física que é compensada pela agudeza espiritual: os cegos de Jericó reconhecem Jesus como Messias e confiam na Sua misericórdia, três vezes invocam-No como Senhor! (29-34); a convicção do clamor desses moços é tão profunda, que o seu grito foi adotado pela liturgia para o pedido de perdão: “Senhor, tende piedade de nós!”

Por estarmos tão influenciados pela cultura da retribuição e a relação entre horas trabalhadas X salário devido, podemos ter dificuldade de entender a lógica de Jesus, nesta parábola dos trabalhadores da vinha. À primeira vista pareceu-me injusto. Só depois de muita reflexão, oração e leitura, pude compreender a grandiosidade do coração do Pai que presenteia seus filhos e filhas, acolhendo-os no Reino, seja qual for o momento que se voltam para Ele. Não importa que seja na infância, na juventude ou na velhice, importa apenas que aceitaram o convite e... receberão igual pagamento. “Eu quero dar a este último o mesmo que dei a ti” (14). Obrigada, meu Deus, por sua bondade infinita! Que mesquinhês a nossa (como a daqueles operários que se julgaram injustiçados, ao verem o dono da vinha pagar a mesma diária para os que chegaram mais tarde), ao invés de nos alegrarmos com a misericórdia do Pai... que deseja que todos se salvem, mesmo que seja na última hora!!!...

A mãe de Tiago e João, os filhos de Zebedeu, pede a Jesus que seus filhos se sentem à direita e à esquerda d´Ele no Reino. Jesus não a condena (como mãe ela quer o melhor para seus filhos), mas adverte-a sobre o sofrimento e as renúncias que devem enfrentar aqueles que decidirem-se sobre o Seu seguimento; e aproveita o fato para instruir essa mãe, seus discípulos, e nós hoje, sobre a humildade e o serviço.

Cristo, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao vosso!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 19

Publicado em: 29/03/2012

Neste capítulo de Mateus, o ensinamento de Jesus sobre o "matrimônio" não é algo novo, pois ele vai à raiz, ao antigo, ao primeiro casal humano. E o que ensina é que quando se casam duas pessoas, é porque já são um, e para continuar sendo um, Jesus oferece um princípio fundamental: O que Deus uniu o homem não separe. Estão unidos, diante da presença, da força, do poder, da vontade de Deus. Por isso nenhum homem tem autoridade para separar.

Em seguida Jesus apresenta as crianças, e diz que o Reino,( leia-se: plano de Deus), pertence àqueles que são como crianças.

Depois, ao final do capítulo, Jesus, através do jovem rico, fala sobre os bens materiais. É possivel viver em absoluta liberdade para apropriar-se do Reino. Já não podemos estar atados às  riquezas e apegos deste mundo. Para termos livre acesso ao Reino, (essência da pregação de Jesus), devemos buscar a liberdade e seguir o Mestre.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 18

Publicado em: 28/03/2012

 

Neste capítulo, Mateus trata dos relacionamentos em comunidade. A pergunta inicial do discípulo  denota o protocolo da época preocupado em definir as classes. Como seria então a nova comunidade no Reino dos Céus? Jesus compreende e arranca o mal pela raiz, dizendo que no reino celeste todos precisam ser como as crianças: humildes e obedientes.

A humildade das crianças advém de sua própria condição de fragilidade. As crianças são naturalmente fracas. Não são capazes de per si superarem situações difíceis, de auto sustentar-se, de controlar o ambiente. “ Como são naturalmente fracas, as crianças se deixam alimentar. Por isto, pedem e esperam. Como são naturalmente fracas, as crianças se deixam ensinar. Adultos querem ensinar; crianças se deixam ensinar. Crianças são naturalmente aprendizes.”

Mateus ainda nos fala da correção fraterna e do perdão. Corrigir o irmão é ato de caridade, desde que feito com zelo e amor. Na parábola do servo cruel, Pedro indaga matematicamente sobre o perdão e Jesus conta uma parábola também quantificável e faz questão de dizer que a dívida era uma fortuna inimaginável (24) e mesmo assim o rei o perdoou. Não deveria o mesmo homem aprender a exercer a misericórdia recebida com seu próximo? Não é o nosso Deus mestre em amar e perdoar? Não é nosso Pai aquele que deixa as 99 ovelhas e vai em busca da que se perdeu?

Senhor, hoje nós te pedimos a graça de sermos como as crianças; humildes no pensar, humildes no servir, humildes no agir e no perdoar. Que nós possamos destrancar nossos compartimentos, abrir os cadeados e as algemas que nos acorrentam e clamar ao Senhor: vem ó Pai! Vem fazer morada no meu ser. Vem romper os paradigmas encrustados em mim como limo criado nas pedras, nas pedras da minha história. Vem tornar-me dócil ao Teu Espírito e obediente a Tua Palavra. Amém!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 17

Publicado em: 27/03/2012

Jesus havia recusado a proposta do diabo na última tentação: dominar o mundo através do poder e da riqueza (reveja Mt 4, 8-10).

Agora, Ele está novamente num alto monte, acompanhado dos discípulos mais próximos, seis dias depois, lembrando o sexto dia da criação quando Deus criou a humanidade.

Jesus acabara de anunciar a sua morte e Pedro resistira (16, 21-23). Como lutar tanto e acabar derrotado?

A transfiguração é a certeza da glória, é a revelação da vitória final também de todos nós que nos comprometemos com o projeto de Deus, realizado em Jesus Cristo.

Moisés (que personifica a Lei) e Elias (o profetismo) conversam com Jesus. Isto para nos mostrar que, daqui para frente é Jesus quem vai ensinar tudo o que o Pai quer, em resposta ao nosso mais profundo desejo.

Pedro expressa nossa espontaneidade e ingenuidade. Ele quer reter aquele Jesus glorioso, quer segurar a glória fácil.

Não! A vida surgirá das cinzas da morte. A visão da glória na transfiguração não é para afastar da luta, mas para dar ânimo. É aqui que está o grande segredo para os cristãos: não desistir da luta no meio do caminho.

Na cura do menino epilético, Jesus censura os discípulos. Eles ainda não descobriram que, para realizar a ação libertadora, é preciso oração e jejum, é preciso decidir entre o projeto de Deus e o projeto do diabo (4, 1-11). A oração nos mantém conscientes do projeto de Deus e o jejum leva-nos a romper com o mundo da injustiça.

No final deste capítulo vemos a questão do imposto como grande desafio. Os fiscais perguntam se o Mestre Jesus paga o imposto ao Templo. Se o Templo é a Casa de Deus, seu filho não deve pagar tributo; pagá-lo é concessão, não obrigação. Para não provocar escândalo, Jesus paga. O dinheiro sai miraculosamente da boca de um peixe. Por quê?

Porque Deus atende, desde já, todas as necessidades dos seus filhos.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 16

Publicado em: 26/03/2012

A união dos fariseus e saduceus para exigir uma prova de Jesus tem como resposta um jogo engenhoso. Se por um lado os sinais naturais do céu e do tempo conseguem interpretá-la por outro as conjunturas decisivas da história e profecias que se fazem cumprir na pessoa de Jesus não.

O fermento faz a massa crescer (Mt 13.33), mas também se põe a perder quando não usado na medida certa e é excluído durante a Páscoa dos judeus, quando se usa pão sem fermento.

A advertência de Jesus é uma exortação para discernir tudo o que entrar em contradição aos seus ensinamentos.

A profissão de fé de Pedro inspirada pelo Espírito Santo o torna a pedra angular da Nova Igreja que Jesus se propõe a construir e o poder da morte não poderá sobre Ela.

Mas ao anúncio da paixão, morte e ressurreição faz Pedro agir por instinto humano e é repreendido por Jesus como se fosse um inimigo a ser excluído.

O discernimento e sabedoria que vem de Deus é fermento na dose exata para a nossa fé. Que Deus nos ajude a tê-los com equilíbrio.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 15

Publicado em: 25/03/2012

 

Jesus não parava, podemos perceber claramente isso neste capítulo 14 de Matheus! Jesus estava aonde esta o povo, Ele anunciava o Reino e mostrava em atitudes e palavras que a humanidade estava diante do Messias, do Filho de Deus!Em especial, neste capitulo, Jesus mostra seu senhoril:

  • na multiplicação dos pães, versículos 15 a 21;
  • quando anda sobre as águas, versículos 24 a 27;

Jesus nos diz algo que precisamos levar para toda a vida: “Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!” (versículo 27), em tudo na vida, se estivermos diante de uma tempestade como os discípulos ou em qualquer situação onde sentimos medo, é isso que o Senhor nos diz, por mais que não conseguimos ouvir com nossos ouvidos humanos, tenhamos sempre esta certeza!

As vezes podemos fazer como Pedro, ir ao encontro de Jesus perante o impossível, mas caso qualquer dificuldade apareça, agimos com medo, insegurança e começamos a perder o foco, a certeza de que com Jesus tudo podemos, mas o Senhor nos levanta, nos ajuda!

Hoje, nos unimos em oração e pedimos que em cada instante, tenhamos a certeza que esta conosco Jesus! Obrigado! Bendito seja seu Santo Nome!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 14

Publicado em: 24/03/2012

Jesus não parava, podemos perceber claramente isso neste capítulo 14 de Matheus! Jesus estava aonde esta o povo, Ele anunciava o Reino e mostrava em atitudes e palavras que a humanidade estava diante do Messias, do Filho de Deus!

Em especial, neste capitulo, Jesus mostra seu senhoril:
-na multiplicação dos pães, versículos 15 a 21;
-quando anda sobre as águas, versículos 24 a 27;

Jesus nos diz algo que precisamos levar para toda a vida: “Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!” (versículo 27), em tudo na vida, se estivermos diante de uma tempestade como os discípulos ou em qualquer situação onde sentimos medo, é isso que o Senhor nos diz, por mais que não conseguimos ouvir com nossos ouvidos humanos, tenhamos sempre esta certeza!

As vezes podemos fazer como Pedro, ir ao encontro de Jesus perante o impossível, mas caso qualquer dificuldade apareça, agimos com medo, insegurança e começamos a perder o foco, a certeza de que com Jesus tudo podemos, mas o Senhor nos levanta, nos ajuda!

Hoje, nos unimos em oração e pedimos que em cada instante, tenhamos a certeza que esta conosco Jesus! Obrigado! Bendito seja seu Santo Nome!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 13

Publicado em: 23/03/2012

Nesse capítulo de Mateus, Jesus usa de sete parábolas para explicar o reino de Deus, são elas: semente, joio, mostarda, fermento, tesouro, pérola e rede. Porém, nos deteremos apenas na primeira a parábola a da semente.

O semeador saiu para semear. Na época, eles semeavam lançando sementes e as deixando cair. Assim, algumas caíram em lugares bons e férteis, e outras em lugares duros ou secos. A semente caiu em quatro tipos diferentes de solo:

1º À beira do caminho: as aves comeram a semente.
2º Rochoso: nasceu, mas foi queimada pelo sol.
3º Espinhoso: nasceu, mas foi sufocada pelos espinhos.
4º Bom: cresceu e deu fruto.

A semente é a palavra de Deus e os terrenos somos nós.

O solo à beira do caminho representa as pessoas que não aceitam a palavra. O evangelho não entra no coração.

O solo rochoso representa as pessoas que aceitam a palavra com alegria, mas que não desenvolvem raízes. Quando vêm perseguições e problemas, a pessoa desiste.

O solo espinhoso representa pessoas que ouvem a palavra, mas que deixam ser sufocado pelas preocupações desta vida.

O solo bom representa os corações bons, que aceitam a palavra e produzem frutos na sua própria vida.

Devemos também nós refletirmos em qual dos terrenos está meu coração, pois a semente é dinâmica e boa, mas cabe a nós sermos o terreno.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 12

Publicado em: 22/03/2012

Identifiquemos alguns dos principais assuntos abordados nesse capítulo. Lembremos-nos porém que, cada versículo, cada frase da sagrada escritura, traz-nos vida, cura e paz.

  • versículo 7 - “[...] Misericórdia eu quero, e não sacrifícios [...]”

Jesus nos diz que a lei é o amor. Qualquer pessoa que vive no amor está cumprindo a lei.

  • versículo 16 - “Advertiu-os, no entanto que não dissessem quem ele era.”

As boas obras devem ser realizadas por e com amor, sem esperar nada em troca. Deus não irá nos amar mais por causa de nossos atos, pois Ele já nos ama com todo o amor, pois Deus é amor. O único propósito das boas obras é que elas nos permitem aproximar de Deus. É como alguém que vê uma cachoeira e dela se aproxima...quanto mais perto, mais encharcado se fica.

  • versículo 31 - “Por isso eu vos digo: todo o pecado e toda a blasfêmia serão perdoados; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada.

O pecado de ver Jesus e não acreditar nele devido ao “ser humano” ainda é perdoado por Deus; mas o fechar os olhos e o coração para as obras do Espírito Santo, esse é o único imperdoável.

  • versículo 50 - “Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, é esse meu irmão, minha irmã e minha mãe.”

O amor a Deus é mais importante do que o amor familiar. Dentro do primeiro, está contido o segundo. Agir fora da vontade de Deus é correr o risco de amar incompletamente, e por isso, ter incompleta felicidade. Fora da vontade de Deus, considera-se importante o que se acha, e não o que realmente torna o ser humano melhor.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 11

Publicado em: 21/03/2012

“És tu, aquele que há de vir, ou devemos esperar outro?”. (3)

Com certeza o centro de toda reflexão sobre este capítulo esta nesta pergunta de João Batista.

Enviado por Deus, como precursor, aquele que deveria preparar os caminhos do Senhor, João Batista estando preso, mas ouvindo falar das obras do Cristo, quer saber mais a seu respeito. Hoje, privilegiados que somos, conhecemos a história e a Palavra, somos destinatários da graça reservada a todos, os que, recebendo a boa-nova, nela creem e a aceitam.

Hoje a visão e o entendimento das coisas de Deus não é muito diferente do povo daquela época, muitos, pelos mais variados motivos, parecem fazer a mesma pergunta. Outros ainda vivem como se bastassem a sí mesmos, não buscando e não precisando de Deus. Fica aqui evidenciado a importância e a necessidade da obra missionária, catequética e evangelizadora.

No final do capítulo 10, Jesus instruindo os 12 discípulos disse: “Quem vos recebe, a mim recebe; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou”. Somos, ou deveríamos ser, instrumentos do Senhor, missionários por natureza (batizado), fazer chegar aos pequeninos (humildes de coração) a boa-nova do Reino, a promessa de Jesus que diz: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e carregados de fardos, e eu vos darei descanso.  Tomai sobre vós o meu jugo e sede discípulos meus, porque sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para vós. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 10

Publicado em: 20/03/2012

 

A lista dos 12 apóstolos é relatada também em Marcos, Lucas e Atos dos Apóstolos. Nelas a apresentação segue o mesmo formato de três grupos com quatro nomes. Em Mateus os grupos são assim apresentados:

Pedro, André, Tiago e João – São os discípulos mais próximos de Jesus.

Felipe. Bartolomeu, Tomé e Mateus – Os que possuíam afinidades especiais com os não judeus.Tiago, Tadeu, Simão e Judas – Os mais judaizantes.

Jesus os prepara e os envia aos primeiros herdeiros da eleição e das promessas – Os Judeus – com a missão de fazê-los conhecer o oferecimento da salvação de Deus. Nos versículos de 17 a 39, Mateus relata as preciosas orientações de Jesus, juntando-as num roteiro de boas práticas para missionários de todos os tempos. Algumas orientações que se destacam são:

  • Proclamar que o reino está próximo (é possível alcança-lo)
  • Promover curas, purificação dos infectados por doenças e demônios.
  • Não cobrar nada por isso, nem levar bem algum para seu sustento pessoal, os visitados cuidarão de suas necessidades.
  • Conhecer o lugar e seus habitantes, observar se são dignos da promessa e ficar com eles.
  • A saudação principal será a paz.  Caso ela não possa se estabelecer no local, voltará àquele que a pronunciou.
  • Tirar o pó das sandálias – Expressão conhecida pelos judeus, que qualificavam o pó de qualquer outra região que não fosse o da Terra Santa como impuro. Jesus aplicará a mesma noção às localidades que não acolherem a Palavra.

Fazer com que o Pai, seu projeto de amor e salvação sejam conhecidos, e aceitos, é a vontade de Jesus, mas naqueles difíceis tempos ele próprio pregava de forma velada, o que não deve acontecer com os futuros missionários. Jesus nos pede para não termos medo algum ao anunciarmos a mensagem de Deus.

Por fim Mateus termina este capítulo com a orientação de Jesus aos que receberão a Palavra: “E quem der, ainda que seja apenas um copo de água fresca, a um desses pequenos, por ser meu discípulo, em verdade vos digo: não ficará sem receber sua recompensa”.

Senhor que sejamos dóceis a Palavra, e àqueles que nos ajudam a compreender a vossa vontade, hoje e sempre. Amém!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 9

Publicado em: 19/03/2012

Continuamos aqui no capítulo nove de Mateus a parte narrativa dos milagres realizados por Jesus.

Aqui o evangelista fala de milagres importantes que Jesus realizou: Paralítico (1-8), Filha do chefe e hemorroísa (18-26), Cura de dois cegos (27-31) e do Endemoninhado mudo (32-34).

Percebemos nestes milagres que Jesus leva em conta primeiro a cura da alma, depois a do corpo.  “Teus pecados estão perdoados” e “Vai, tua fé te salvou” são afirmações utilizadas com freqüência pelo Mestre.

Muitas enfermidades eram consideradas como consequência do pecado cometido pelo doente ou por alguém de sua família, e perdoar o pecado da alma é mais difícil que curar o Corpo.

A simples cura da enfermidade não salva e não converte as pessoas. Jesus antes de tudo quis amar a todos, utilizando de muita misericórdia. Jesus valorizava todos, não fazia distinção de raças e muito menos ela levado pela condição financeira do povo; Ele olhava apenas para o coração.

Jesus é o Bom Pastor, e o Bom Pastor sente compaixão de suas ovelhas (36-37).

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 8

Publicado em: 18/03/2012

Mateus 8 está repleto de sinais (curas e exorcismos), o valor dos sinais é confirmado na mensagem passada para João batista em Mt 11, 5: “ Cegos recobram a visão, coxos caminham, leprosos são purificados, surdos ouvem, mortos ressuscitam, pobres recebem a boa notícia”.

Ao realizá-los Jesus não está querendo virar uma celebridade da época, se auto promover à custa dos milagres, mas antes, está introduzindo o reinado de Deus, que deseja salvar o homem todo, inclusive do poder da morte. Pois, “o homem vivo é a gloria de Deus”, (Santo Irineu +202). Jesus por tanto não é um mero curandeiro, mas Ele é o Senhor e Salvador do gênero humano.

Peçamos também nós para que o Senhor nos toque, nos libertando da lepra do individualismo, do comodismo e do medo.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 7

Publicado em: 17/03/2012

Neste capítulo do Evangelho de São Mateus podemos refletir sobre temas importantes a serem vencidos na nossa caminhada rumo ao céu. Temos aqui uma série de breves instruções e exortações. Não julgar, não profanar as coisas santas, o poder da oração, os dois caminhos, os falsos profetas...

O principal é aplicarmos a regra de ouro em nossa vida: “Tudo, portanto, quanto desejais que os outros vos façam, fazei-o, vós também a eles. Isto é a lei e os profetas.” Este ensinamento vivenciado dia após dia na nossa vida mostra-nos, como uma síntese, que todos os mandamentos da lei de Deus tornam-se aplicáveis.

As palavras de Jesus são instruções práticas de como viver o Evangelho. Jesus apresenta com autoridade a sua mensagem como terreno firme sobre o qual se pode construir uma vida frente a fúria dos elementos. Devemos ser prudentes ouvindo essas palavras de Jesus e colocando-as em prática, pois quando não fazemos isto somos insensatos e sem juízo.

Quando Jesus terminou seu discurso, a multidão estava admirada com seus ensinamentos, hoje também precisamos perceber a importância de fazer das palavras do Mestre o fundamento do nosso viver.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 6

Publicado em: 16/03/2012

O capítulo 6 ainda faz parte do magnífico Sermão da Montanha. Com que clareza Mateus expõe os ensinamentos de Jesus!

Aqui estão as normas orientadoras sobre a esmola, a oração (com destaque do Pai-Nosso – a oração perfeita) e o jejum; enfatiza o autor a importância da motivação interior pois “onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração” (21). Um teste para isso é perguntar-nos: quanto tempo dedico a Deus diariamente? Porque sempre temos tempo para aquilo que realmente nos apaixona.

Disse o Senhor: “Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça e tudo mais vos será acrescentado” ((33). Acreditamos nisso?

Outro ensinamento precioso deste capítulo é a recomendação de VIVER O DIA DE HOJE. Ontem já se foi, nada que fizermos ou dissermos mudará o que já passou e  “o dia de amanhã terá sua própria preocupação! (34)

Faça o bem HOJE; leve a todos alegria e paz!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 5

Publicado em: 15/03/2012

O sermão da montanha, também chamado a Carta Magna do cristianismo, é o coração do Evangelho, onde Jesus, o novo Moisés, sobe ao monte para proclamar a nova lei aos seus seguidores.

As bem aventuranças são o caminho da felicidade. A Boa Notícia não é que somos felizes porque somos pobres, porque choramos ou sofremos, mas porque Deus já vai interferir para que termine esta injustiça.

Quando Jesus fala de ser sal e luz e da relação com os outros, compara a nova lei com a antiga. Por exemplo, o amor aos inimigos, não se trata de uma lei impositiva, mas que podemos realizar porque Deus esta conosco e dentro de nós. Por isso, o convite do Mestre: “Sede portanto perfeitos, como vosso Pai celestial é perfeito.” v.48. Este é o nosso desafio.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 4

Publicado em: 14/03/2012

Satanás intitulou-se príncipe deste mundo e reclamou a Terra como sua. Disse que os homens o haviam escolhido por seu Senhor. Jesus veio para desmentir tal pretensão, mantendo-se fiel e leal a Deus, provando que Satanás não possuía domínio total sobre os homens. O domínio perdido por Adão seria restaurado.

Cristo se revestiu da humanidade com todas as implicações que isto traria, assumiu a possibilidade de ceder à tentação para mostrar ao homem que não tem que suportar coisa alguma que Ele não tenha passado. No deserto estava rodeado da glória de Deus. Mas a glória afastou-se e Ele teve que lutar contra a tentação. Exercitou o autodomínio sobre a fome e a morte.

Jesus foi tentado, assim como nós somos. É uma luta diária que nos sobressalta e repete-se nos domínios de cada coração. As sedutoras tentações a que Jesus foi submetido – apetites terrenos, amor ao mundo e ostentação, poder e glória, são as que nos assaltam em nossa lida diária.

É assim que Satanás opera, aproveitando-se da debilidade humana, dos nossos pontos fracos. Abala nossa confiança em Deus, desanima nosso ser e rompe nossa ligação com o céu, como fez Adão, Moisés, Elias e tantos outros.

Foi pela Palavra de Deus que Jesus resistiu à tentação. “Escondi a Tua Palavra no meu coração para não pecar”,“Pela Palavra dos Teus lábios me guardei das veredas do destruidor.”

Nesta quaresma, façamos um profundo exame de consciência, a fim de permanecermos firmes na fé e perseverantes na Palavra. Acolhamos a promessa e ordem de Deus em nossas vidas: “Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens.”

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 3

Publicado em: 13/03/2012

“Convertei-vos, pois o Reino dos céus está próximo”.
João, o arauto-anunciador de Jesus Cristo se veste de forma sumária, come o que tem à mão para mostrar sua independência dos grandes centros dependentes da injustiça.

O convite ao batismo de arrependimento e conversão é feito por ele de forma firme e decidida.

Ao se confrontar com os fariseus (chefes espirituais) e saduceus (chefes da economia, da política) João é duro, pois percebe que querem impressionar e comprar o povo. Não adianta ser filho de sangue. Quem não provar pela vida prática que está de fato convertido ficará condenado.

Ele explica o que está fazendo. Sua tarefa é apenas a de preparar o caminho para aquele que trará, na verdadeira justiça, uma nova condição para o povo.

Naquele tempo, tirar as sandálias de alguém significava ser servo. João explica que não é digno sequer de ser escravo de Jesus.

A atitude humilde de Jesus de se aproximar como um candidato a mais para o batismo provoca no profeta uma resistência. Jesus, porém insiste trazendo para todos nós o verdadeiro sentido do batismo: ser revestido do Espírito Santo que nos leva a realizar plenamente o projeto do Pai. O céu se abre, uma voz que vem do céu declara: “Este é o meu Filho amado; nele está o meu agrado”.

Como seguidores de Jesus também somos convidados a ouvir a voz amorosa deste Pai que nos dá o mesmo Espírito, nos convocando ao compromisso de transformar o mundo em um novo céu e nova terra.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 2

Publicado em: 12/03/2012

“Criança nasce em condições precárias, num estábulo junto aos animais.”

A história de um homem com sua mulher grávida estando em viagem e que se vê em condições de ter que arrumar um lugar provisório porque seu filho está para nascer, parece mais uma chamada de noticiário local.

Mas este fato narrado pelos evangelistas mudou a história de toda a humanidade.

A preocupação de Herodes não é a mesma dos magos do oriente, enquanto estes procuram encontrar o Menino Deus que acaba de nascer para honrá-LO, Herodes deseja matá-LO.

Que estejamos sempre abertos para que Jesus possa renascer em nossos corações trazendo Sua boa nova e da mesma forma que mudou a história da humanidade, Ele possa mudar a história de cada um de nós individualmente.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 1

Publicado em: 11/03/2012

Mateus inicia seu livro retratando o nascimento do Messias, do nosso Salvador. Os dois primeiros capítulos deste evangelho são também conhecidos como “evangelho da infância”.

O primeiro capítulo se encarrega de explicar a origem de Jesus: filho de Abraão e filho de Davi, ambos beneficiários de promessa divina e, pelo nascimento de Maria Virgem, filho de Deus.  Pelo exposto nos versículos 2-16, Mateus comprova que Jesus é juridicamente descendente de Abraão e da Casa de Davi, e assim, fica registrado que Jesus é filho da história humana e da promessa divina.

No relato sobre o anúncio à José da vinda de Jesus, resta claro que o Messias é obra do Espírito Santo e, como tal, viria para a salvação da humanidade. Diante do anúncio do anjo do Senhor, José acolhe Jesus como seu filho e os planos de Deus para sua vida.

Com a narração sobre obediência de José à Deus, recebemos neste capítulo um modelo de fé, um exemplo a ser seguido. E à luz da leitura da Palavra de Vida, podemos refletir se temos permitido o nascimento de Jesus em nossas vidas, em nossos corações, em nossas escolhas, atos e palavras.

Peçamos a Deus hoje a graça de, a exemplo de José, fortalecermos a nossa fé e confiança em Deus, para que possamos conhecer melhor as Suas coisas e, iluminados pelos vossos ensinamentos, caminhemos sempre para a salvação.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 16

Publicado em: 10/03/2012

“Rogo-vos, irmãos, acautelai-vos dos que provocam dissensões e escândalos, contrariando o ensinamento que aprendestes; afastai-vos deles” (versículo 17).

A todo momento o mal pode chegar até nós, através de uma palavra mal colocada, um olhar que gerou desconfiança, através de sentimentos de inveja, egoísmo e tantos outros. As vezes o mal, o que nos afasta de Deus, não esta fora de nós – no outro, pode estar dentro de nós, na nossa mente, nas nossas atitudes, tomemos cuidado! É fácil falar do que esta fora da gente, difícil é reconhecer o que acontece dentro de nós.

Que seja um exercício diário nosso, reconhecer como diz a Palavra, o bem e mal, estar sempre aberto ao bem e lutar contra o que nos afasta de Deus.

“mas desejo que vos mostreis experientes para o bem e sem nenhum compromisso com o mal”. (versículo 19)

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 15

Publicado em: 09/03/2012

Hoje a Palavra de Deus nos exorta a desenvolver o dom da paternidade espiritual.

Sabemos que na comunidade existem vários tipos de pessoas, que possuem níveis diferentes de entrega ao Senhor. A Palavra de Deus nos exorta a cuidarmos uns dos outros, principalmente daqueles que ainda apresentam dificuldades na caminhada: “Nós, os fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos e não buscar só o que nos agrada.”(vers. 1).

Ora, a força da comunidade está nos frutos que ela produz, principalmente a unidade. O critério de referência não é outra pessoa do nosso convívio, mas o próprio Cristo, conforme os versículos 5 a 7.

Mas, será que chegaremos um dia a este ideal de fraternidade? São Paulo nos responde: “Que o Deus da esperança vos encha de toda alegria e paz, em vossa vida de fé. Assim, vossa esperança transbordará, pelo poder do Espírito Santo.” (versículo 13).

Façamos o propósito de pastorearmos as pessoas que Deus coloca na nossa vida, tendo como meta e referência o Senhor Jesus.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 14

Publicado em: 08/03/2012

Nesse capítulo, o apóstolo Paulo trata sobre a diferença entre a fé dos cristãos, e de que isso pode levar ao julgamento. Ele também nos mostra algumas atitudes que se devem ter para lidar com essa situação.

 Paulo cita alguns exemplos concretos, como a alimentação (alimentos puros e impuros) e o descanso sabatinal. Essas questões traziam muitas contendas entre os irmãos daquela época, principalmente devido a algumas confusões entre a antiga e a nova lei, a qual Cristo pregou.

De qualquer maneira, Paulo recomenda que, seja o que comer ou não comer, descansar ou trabalhar, faça-o dando graças a Deus. Ele exorta para que isso não seja motivo de julgamento entre os irmãos.

Além disso, Paulo prega que, ninguém, por nenhum motivo, seja pedra de tropeço para o outro, mas sim sustento, consolo e edificação. Afinal, como ele nos diz nesse capítulo: “Que nenhum de nós viva ou morra por si próprio, mas por Cristo Jesus”.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 13

Publicado em: 07/03/2012

“Não fiqueis devendo nada a ninguém... a não ser o amor que deveis uns aos outros, pois quem ama o próximo CUMPRE PLENAMENTE A LEI”. (8

São Paulo nos mostra que o AMOR está acima da Lei e vem em primeiro lugar. Quem ama o próximo cumpre plenamente a lei (de Deus). O próximoneste caso não é apenas os nossos, os de nossa casa, pois a Palavra diz: “Se amais somente aqueles que vos amam, que generosidade é essa? Até os pecadores amam aqueles que os amam.” Lc 6,32 

O amor exige que amemos os nossos, os de nossa casa, mas também a todos, em especial o pobre, o órfão, a viúva, o estrangeiro, o abandonado......pois todos somos irmãos, filhos de um mesmo Pai, Deus nosso Senhor. Lembremos aqui a passagem do “Bom Samaritano”, “qual dos três: sacerdote, levita ou o samaritano” foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes? Ele respondeu: “Aquele que usou de misericórdia para com ele”.Lc 10,30-37
 
A pratica do amor e da caridade sugere despojamento e doação: aquele que se apega exageradamente dos bens não consegue enxergar a necessidade do irmão, pois nunca lhe sobra, está sempre querendo algo a mais, ou melhor, para sí.
 
“revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e não atendais aos desejos e paixões da vida carnal”.(14) Este é o pensamento que nos leva a prática do amor: Amar como Jesus amou, dando a vida por cada um de nós. “Filhinhos, não amemos só com palavras e de boca, mas com ações e de verdade!”. 1Jo 3,18

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 12

Publicado em: 06/03/2012

Paulo incansavelmente evangeliza, e neste capítulo detalha o proceder obediente daqueles que ouviram e aceitaram o chamado de Cristo.

Orienta-os a grande oferta de suas vidas ao Senhor.  A Deus apenas uma hora semanal não é o bastante. Paulo nos chama a oferecer o corpo todo em sacrifício vivo a Deus. Se usamos nosso corpo diariamente e a todo tempo, o culto a Deus é realizado o tempo todo e não somente nas idas ao templo como era o costume.

A grandiosidade da proposta de Paulo, deve nos deixar inquietos frente ao mundo que nos cerca. Escolher em nosso dia a dia o que é agradável a Deus, é transformar o mundo e lutar para não nos acostumarmos com o que não é perfeito.

Somos um povo formado por grande diversidade. Muitos são os talentos, os pensamentos e as atitudes,  devemos ter a compreensão que fazemos parte de um conjunto, e para tanto recebemos dons a serem desenvolvidos e usados em comum, pelo corpo de Deus do qual somos apenas membros. Que cada um faça o seu melhor.

A lei que vigorava naquele tempo era “ dente por dente olho por olho”. Como Jesus, Paulo nos pede para que surpreendamos aqueles que fazem o mal, praticando o bem. Por certo eles ficarão com as faces vermelhas como brasa, demonstrando a sua vergonha. Se formos gentis com nossos inimigos podemos fazê-los pensar na opção pelo bem e pelo amor que vem de Deus. Isso é transformar o mundo e não apenas se conformar com o que ele nos oferece.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 11

Publicado em: 05/03/2012

Neste capítulo Paulo continua explicando a situação dos judeus diante de Deus e da salvação.

Paulo deixa claro que Deus em nenhum momento rejeitou os judeus com a Nova Aliança selada por Cristo. Para isto o apóstolo cita uma passagem da época de Elias, onde os judeus não acharam injusta a rejeição de parte do povo por adorar aos ídolos. Nesta ocasião Deus poupou sete mil judeus que foram fiéis.

Com isso Paulo quer dizer que aqueles que mostram sua fé são salvos.  Agora para ser eleito tem que aceitar a palavra de Deus, que traz Cristo como última e eterna aliança.

Um dos pontos mais complicados para os judeus neste tempo é que os gentios são colocados no mesmo nível de condição dos descendentes de Abraão, e que as obras da Lei agora deixam de ser a principal condição que passa ser a Graça da eleição e da aceitação deste novo tempo.

A rejeição de Cristo por parte do povo judeu abriu as portas da evangelização para os gentios, gerando ciúmes na comunidade (11). Paulo queria que os judeus fossem obedientes como os gentios por aceitar Cristo, pois mesmo sendo apóstolo dos gentios, Paulo não esqueceu seus compatriotas.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 10

Publicado em: 04/03/2012

“Todo aquele que invocar o nome do Senhor se salvará”(13). Realmente não existe outro nome ao qual somos salvos, em João 14,6 Ele confessa: “Eu sou o caminho a verdade e a vida”. Muitas vezes nos afastamos dessa grande verdade, Ele é o nosso Caminho – para onde iremos só “Tu dizes palavras de vida eterna” João 6,68, - a Verdade; sobre nós mesmos, a nossa verdade de quem somos verdadeiramente,e por fim a Vida; “Pois morrestes, e vossa vida está escondida em Cristo com Deus” (Cl 3,3), fundamentalmente nossa existência pertence a Deus, podemos dizer, existimos porque  Deus comunica-nos a vida D’ele. Ele é o nosso mediador para com Deus, devemos em todas as situações de nossa vida invocar o nome Santo do Senhor. Que nunca tenhamos vergonha de invocar e testemunhar o nome do Senhor.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 9

Publicado em: 03/03/2012

Você já se perguntou: será que eu sou importante para Deus? Porque vou na Igreja? Porque a quaresma... e de onde vem minha fé? Porque sou escolhido?

O Senhor Deus, com seu amor salvador e confirmando seu propósito de livre escolha, sem depender de ações humanas, nos predestinou e nos tornou povo eleito e amado! Nós, “povo pagão”, que não somos fisicamente “israelitas de sangue”, e assim não éramos o povo escolhido e amado de Deus, fomos escolhidos por Deus graças a sua misericórdia e ao cumprimento de sua promessa: “Aquele que não era meu povo, eu o chamarei meu povo, e a não amada, chamarei amada; Ali serão eles chamados filhos do Deus vivo”. Rm 9, 25b e 26b.

Que notícia maravilhosa! O que faremos então? Vamos assumir esta escolha, tomar posse da Salvação, com todas as nossas forças: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, com toda a tua alma, com todo o teu entendimento e com toda a tua força!” Mt 12,30.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 8

Publicado em: 02/03/2012

Neste capítulo encontramos perfeitos e profundos ensinamentos para fortalecimento de nossa fé.

Sabemos que dentro de nós existem duas forças oponentes: a do mal (egoísta e egocêntrica) que Paulo chama de instintos “da carne”, e a do bem (afetuosa e solidária) denominada na carta como “espírito”; confrontando essas duas forças Paulo nos exorta à escolha acertada diante das promessas:

 “... já não há condenação para os que estão no Cristo Jesus.” (1)

“Se Cristo está em vós... vosso espírito está cheio de vida, graças à justiça” (10)
 
E dos princípios eternos:
 
“Todos aqueles que se deixam conduzir pelo Espírito de Deus são filhos de Deus... E, se somos filhos, somos também herdeiros: herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo, se de fato, sofremos com ele, para sermos também glorificados com ele.” (14-17)
 
“Tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus” (28)
 
“Em tudo isso (tribulações, angústia,...) somos mais que vencedores, graças àquele que nos amou” (37)
 
“...Nada será capaz de nos separar do amor de Deus, que está no Cristo Jesus, nosso Senhor” (38-39)
 
Diante disto cabe-nos pedir, humildemente: Senhor, encha-nos de Seu Espírito! Incendeia-nos! Paulo, alerta-nos sobre a nossa fraqueza mas nos traz palavras de esperança e fé no amor de Cristo, e o desejo intenso da presença do Espírito Santo.
 
Ainda no versículo 18 Paulo expressa-se:“os sofrimentos do tempo presente não têm proporção com a glória que há de ser revelada em nós”  mostrando que não cabe ao cristão medo e desespero frente à morte, mas sim a certeza da ressurreição. Este é um capítulo que merece ser lido, relido, refletido e até gravado em nós, para que seja lembrado nos momentos de infortúnio.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Romanos, Capítulo 7

Publicado em: 01/03/2012

Depois de apresentar a justificação em Jesus nos capítulos anteriores, Paulo afirma que éramos escravos da lei, mas uma vez mortos mediante o corpo de Cristo, somos livres da lei para frutificarmos para Deus servindo no novo regime do Espírito.

Paulo mostra os contrastes da lei e pergunta: a lei é pecado? A resposta é: não! Mas porque conhecemos a lei a transgredimos. Ela mesma provoca sua transgressão. Por isso a nostalgia quando se vivia sem lei, por que? Porque sem a lei não havia pecado.

Pois, sem a Lei, o pecado é coisa morta.v.8

Paulo também esclarece que existe uma diferença entre as dimensões físicas e espirituais do homem. A lei é espiritual, nós porém somos frágeis e, portanto, somos vendidos ao poder do pecado como um escravo. Como consequência disso, faço o mal que não quero e deixo de fazer o bem que quero, porque o pecado habita em mim.

Diante deste drama, Paulo se pergunta: "Quem me libertará deste corpo de morte?"

E ele mesmo oferece a resposta: "Graças sejam dadas a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor. Em suma: pela minha mente sirvo à Lei de Deus, mas pela carne sirvo à lei do pecado." 

Neste contraste humano, Deus atua; para que o homem dependa Dele em todas as suas dimensões, para assim, encontrar equilíbrio, sabedoria, paz interior e felicidade.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:

Antes de conferir a reflexão, faça a leitura do texto bíblico 

Área pessoal




Esqueceu sua senha? Recupere aqui.
Ainda não tem Cadastro? Cadastre-se aqui.





Leituras

Livro - A Bíblia no meu dia-a-dia

Cronograma

Cronogramas


Escolha um livro




Arquivo

 

Total de visualizações de página:

5.429.119


Desenvolvido e Hospedado por Cedilha Comunicação Digital Realização Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora Paróquia Sant'Ana