Bíblia Diária - Para uma leitura diária e frutuosa da Palavra de Deus!
Clique aqui para criar a sua área pessoal

Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 7

Publicado em: 30/04/2012

 

No inicio do Capítulo 7, o Apóstolo Paulo reafirma a comunidade, a necessidade de todos os cristãos, purificarem-se de toda a imundície da carne e do espírito, buscando sempre o aperfeiçoamento diante de Deus.

Paulo roga também aos cristãos, que o aceitem não somente pela amizade, mas acima de tudo, que aceitem suas palavras como verdadeiras, pois ele não tinha nenhum interesse a não ser, edificar a comunidade.
 
Neste capítulo também, Paulo deixa claro que Deus consola os abatidos, consola aqueles que sofrem tanto na carne quanto no espírito. 
 
A mensagem que tiramos deste capítulo, é que, precisamos todos os dias buscar nossa purificação. Somos passíveis de erros, somos pecadores. 
 
Deus olha por nós, sabe de nossas dificuldades, e nos consola nos momentos de fraqueza. 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 6

Publicado em: 29/04/2012

O versículo 2b diz: “Em tempo favorável te escutei, em dia de salvação te auxiliei. Vede, este é o tempo favorável, este o dia da salvação”. O perdão que remove o pecado completa-se com a “graça”, que é a nova situação favorável. Chegou o dia do grande jubileu do perdão de dívidas, como está em Levítico 25 e Isaias 61,1. Jesus foi o grande e único pagador de nossas dívidas. 

Mas não somente isso, podemos também entender esse tempo favorável como a nossa vida, que é o tempo da graça de Deus para nós, devemos por tanto viver bem, na presença do Senhor todos os dias e não perder tempo com coisas muitas vezes pequenas, como o ódio, o rancor, a mágoa, a rivalidade entre tantos outros sentimentos inferiores. “Porque somos o templo de Deus vivo, como o próprio Deus disse: Eu habitarei e andarei entre eles, e serei o seu Deus e eles serão o meu povo”. (6,16)

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 5

Publicado em: 28/04/2012

 

Todo aquele que está em Cristo, é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo!

Esta é a grande promessa de Deus para nós, seus filhos amados! Se estamos em Cristo, somos uma nova criatura! Paulo nos fala nesta carta aos Coríntios sobre a missão de Jesus: reconciliar o homem com Deus.

Pela morte de Cristo morremos ao pecado e ao egoísmo, vivendo para Ele vivemos a verdade: Cristo morto e ressuscitado por nós, por amor, nos oferece a sua salvação. 

O homem em relação a Deus é ofensor, devedor, culpado. Como por si mesmo não pode reconciliar-se, compete a Deus reconciliá-lo consigo, e Ele o faz por meio de seu filho Jesus Cristo, que carrega as nossas culpas para que sejam perdoadas, só assim voltamos a ser “inocentes”. A reconciliação é radical, equivale a nova criação.

Através do sacrifício de Jesus as portas do céu se abriram novamente para que nós pudéssemos habitar a mansão celeste. É vida que vence a morte, é vida que vem do Senhor!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 4

Publicado em: 27/04/2012

  

Paulo prossegue em sua reflexão sobre o ministério do apóstolo: dom recebido de Cristo para conquistar novos crentes e fortalecer a fé dos cristãos convertidos, mas que exige responsabilidade e fidelidade à Palavra de Deus. 

Muitos não aceitam e não compreendem o evangelho da glória (4) e a pessoa de Jesus Cristo ressuscitado porque têm seus olhos vendados e suas inteligências presas às coisas mundanas e aos bens materiais. Não têm a humildade necessária para se perceberem como filhos e dependentes de Deus e para deixarem  “brilhar a luz em seus corações” (6)

Como um “vaso de barro” (7) nas mãos do oleiro – lembrando o profeta Jeremias no capítulo 19 – deve ser o apóstolo nas mãos de Deus, deixando-se guiar pelo Seu Espírito; provado em angústias e tormentos, mas perseverante e confiante na providência divina e na esperança da ressurreição, “tem seu olhar fixo no invisível...  pois o visível é transitório, o invisível é eterno.” (18) 

A esta reflexão sobre os ensinamentos de Paulo, acrescento a oração de Pe. Charles de Foucald: “Senhor, faze de mim o que quiseres; por tudo que fizeres, eu Te agradeço.” 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 3

Publicado em: 26/04/2012

O apóstolo São Paulo afirma categoricamente que somos uma carta de Cristo com duas características: escrita no coração com o Espírito Santo e lida por todos os homens.

A. Escrita no coração com o Espírito Santo.

Somos uma carta de Cristo, enviada pelo próprio Senhor Jesus. Somos a mensagem do Salvador ao mundo. Além disso, esta carta não foi escrita com tinta, mas com o fogo do Espírito Santo. São Paulo faz alusão direta às tabuas da Lei escritas em pedras e afirma que no nosso caso foi escrita em nossos corações. Seguindo a idéia do apóstolo, podemos deduzir que assim como Deus escreveu as tabuas da Lei no Sinai, nós somos as novas tabuas da lei, da lei de Cristo.

B. Carta lida por todos os homens.

Não basta ser uma carta escrita com o poder do Espírito Santo. É necessário ser uma carta entendida, porque respondemos a uma necessidade do homem deste século, como também pela metodologia e pedagogia que a relatamos. Por isso não devemos perguntar se os outros querem nos ler, mas se estão interessados na mensagem escrita, e se nossa carta, esta escrita na linguagem do século XXI. Muitas vezes sublinhamos mais a carta escrita com o poder do Espírito Santo que uma carta que é lida por todos. Por isso escrevemos mensagens tão densas, teológicas e doutrinais, onde somente alguns lêem e apenas os teólogos entendem e poucas pessoas se interessam.

A evangelização deve ter uma metodologia atrativa e cativante e não apenas ortodoxal e doutrinal. Nossa evangelização é como a de Paulo. Com Palavras, mas também com testemunho de vida ( ITes 1,5). Entretanto, isso não basta, precisa ser interessante, atrativa e pedagógica à mentalidade dos homens e mulheres do dia de hoje. A igreja não pode fracassar pela mensagem que anuncia, mas pode fracassar pela forma como a faz.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 2

Publicado em: 25/04/2012

 

Alguém influente em Corinto tinha atiçado outros contra Paulo. Em assembléia decidem impor um castigo ao culpado. Ocorre, que este se arrependeu profundamente e sofreu com esta situação. Paulo em sua carta pede que a assembléia se reúna e formalize o perdão. É hora, então, de suspender o castigo e reconciliá-lo com carinho, antes que seja destruído.

Todos nós em algum momento da vida somos o Filho Pródigo, que abandona os ensinamentos do Pai e confia somente em si, nas suas posses, no seu poder, no seu orgulho, vaidade e ambição. Mas Deus, que jamais abandona seu filho, respeitando o livre arbítrio, permite vê-lo partir e dissipar seus bens ( bondade, humildade, despreendimento, solidariedade), para que perceba na sua fraqueza a grandeza de Deus. Como disse são Paulo: é quando sou fraco que sou forte.
 
O mais lindo porém, é o perdão. Esse Pai amoroso, em sua inatingível misericórdia fica em oração, para que o coração do filho se converta e retorne aos braços acalentadores de Deus. O perdão cura, liberta, restaura, edifica, fortalece e renova. Cumpre seu curso na estrada da vida, porque os erros fazem parte do aprendizado e nós podemos sim virar a página e reconstruir o futuro. Deus é capaz de refazer nossa história a partir do pouco que nos resta.
 
Tu precisas te reconciliar contigo mesmo? Com alguém? Precisas te libertar da dor que oprime teu peito e te faz julgar e condenar teu irmão? Hoje o Senhor recebe teu sofrimento e tua dor e te diz que Ele já pagou o preço pelos teus pecados. Faça um exame de consciência, procure um sacerdote e abra-se para uma nova vida! Shalom!!!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 1

Publicado em: 24/04/2012

 

Paulo e Timóteo enviaram esta carta à igreja dos coríntios e aos demais santos na Acaia. Nela agradecem pela consolação que Deus lhes dava durante a dura caminhada.

O sofrimento de Cristo servia de conforto e nele Paulo se fortalecia também para confortar a outros que passavam por angústias. Como participavam do sofrimento, participariam, também, da consolação.

As tribulações enfrentadas por Paulo na Ásia, até o ponto de se desesperar com a própria vida, fez com que ele aprendesse a confiar ainda mais em Deus, e nas orações de seus irmãos e os agradece por orar em seu favor ao Pai.
 
Os planos de Paulo incluíam voltar para Corinto antes de prosseguir para a Judéia. Quando não fez a viagem como pretendia, alguns questionaram sua integridade. Ele se defendeu, dizendo que sua palavra era confiável, como a palavra do Senhor. Confirmou sua sinceridade para com os coríntios, relembrando que sua mensagem era de Deus, e não da sabedoria humana.
 
Paulo cita, nesta carta, o Pai, o Filho e o Espírito. Disse que somos confirmados em Cristo, ungidos por Deus (Pai), e selados no Espírito. Assim, ele mostra o privilégio do cristão de estar em comunhão com as três pessoas.

Paulo disse que ainda não tinha ido a Corinto para poupá-los. Baseado em comentários encontrados mais tarde no livro, entendemos que Paulo estava dando tempo para os coríntios se arrependerem de alguns pecados, para evitar a necessidade de duras repreensões.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 16

Publicado em: 23/04/2012

A igreja primitiva crescia com grande fervor com o compromisso assumido pelos batizados de anunciar o evangelho a todas as criaturas (cf. Mc 16, 15ss).
 
Por isso, da mesma forma que hoje em dia, existia a necessidade de auxílio espiritual e material. Paulo então orienta a comunidade a realizar isso de modo especial, por uma questão de delicadeza, não só na sua presença, mas todos os domingos.

Paulo também explica no v. 10 que a coleta que se refere no início do capítulo é para aquele que ao assumir a evangelização, o faça sem preocupação.

Por fim, termina a carta com uma saudação que passou a ser utilizada pelos cristãos: Maranatha, que significa, Vem Senhor!

A graça do Senhor esteja conosco! 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 15

Publicado em: 22/04/2012

Ao tratar da mensagem cristã, Paulo coloca a ressurreição como ponto central de nossa fé. Em Cristo morto e ressuscitado revelou-se uma vida nova, da qual somos convidados a participar para sempre.

O apóstolo traz uma exposição fundamental sobre a ressurreição. Em um primeiro momento, revela a ressurreição de Cristo como objeto da profissão de fé das testemunhas (1-11); em seguida, como correlação à ressurreição dos cristãos (12- 34); e por fim, o trata do modo como ocorre a ressurreição do cristão (35-58).

Ao abordar a Boa Nova, Paulo explica que a ressurreição de Cristo visa à nossa própria ressurreição, e se a nossa não acontece todo dia, em busca do reino de Deus, a de Cristo não aconteceu. Estaríamos, portanto, testemunhando em falso, já que negando a nossa própria ressurreição pela prática do pecado, estaríamos negando a Cristo e a possibilidade de nossa vida nova, em seu reino.

Ao final, Paulo revela que a parusia, a segunda vinda de Cristo, ou, ainda, a vitória final, chegará a todos. Trazendo novamente a metáfora de dormir e despertar, ao som das trombetas, destaca o momento em que todos, renascidos no amor de Deus, seremos transformados.

Mas, há uma importante advertência neste capítulo: a vitória sobre a lei, o pecado e a morte somente virá por Jesus Cristo e por nossa perseverança na fé. Portanto, a espera pela parusia, pela vinda do Senhor, não é um momento de inatividade, mas, sim, de progresso na nossa tarefa de sermos discípulos de Cristo, confiada a nós por Deus Pai.

“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e inabaláveis, progredindo sempre na obra do Senhor, certos de que vossas fadigas não são em vão, no Senhor” (58). 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 14

Publicado em: 21/04/2012

O Espírito Santo esta na Igreja, em Pentecostes ele foi derramado sobre nós! A terceira pessoa da Santíssima Trindade se manifesta aos fiéis por vários meios e um deles são os dons carismáticos.

Neste capitulo Paulo explica a comunidade de Corinto sobre como usar os dons de línguas, interpretação das línguas e profecia. Ele direciona a comunidade a forma correta de orar, de discernir a vontade do Espírito Santo.

Quando somos batizados no Espírito Santo, a primeira coisa da qual nos enchemos é de oração. Ela é a comunicação entre o Pai e o Filho, o Filho que fala ao Pai e o Pai que fala ao Filho. Fornecemos a expressão palpável, mas quem dá o conteúdo, o fogo e a oração é o Espírito Santo. Quando não temos mais palavras humanas em nossas orações o Espírito vem em nosso auxilio e começamos a orar em línguas.

Interpretar a oração em línguas pode caber a pessoa que ora, mas também a outra pessoa que participa da oração. Não entendemos o que falamos em línguas, porém temos a graça de poder interpretar. O Espírito nos revela o que falamos quando o Senhor quer que aquela oração seja de edificação para a comunidade.

No dom de línguas, estamos falando a Deus, não aos homens. Mas os homens precisam que a mensagem lhes seja anunciada. Às vezes, temos uma noção errada a respeito da profecia. Pensamos que se trata de adivinhar o futuro. Nada disso: profeta é aquele que fala em nome de Deus, ou melhor, é um instrumento que Ele precisa. Profecia é justamente a palavra que o Pai expressa por intermédio de alguém.

Para finalizar, no versículo 33 diz: “pois Deus não é Deus de desordem, mas de paz.” Em nossa oração, em nossa vida pessoal e em nossa comunidade, saibamos que tudo que vem do Senhor nos trás paz e ordem.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 13

Publicado em: 20/04/2012

A comunidade é um lugar privilegiado para manifestação dos dons que Deus deu a cada um de nós.

Mas são Paulo deixa claro que todos os dons são importantes, porém nenhum deles se compara ao dom do amor, pois este dom é a essência do próprio Deus, conforme vimos no estudo da primeira carta de João (1Jo 4, 8).

O amor é maior que que os dons carismáticos (vers. 1 e 2), maior até mesmo que a doação total dos bens e da própria vida (vers. 3).

O amor verdadeiro, aquele que provém de Deus, possui uma série de atributos (vers. 4 a 7), transcende o próprio tempo (vers. 8 a 9) e é sinal de maturidade na fé (vers. 11 e 12).

Se você se sente inferiorizado ao participar da sua comunidade paroquial ou do seu movimento, pastoral ou serviço, lembre-se que, no momento de nos apresentarmos ao Senhor, seremos julgados não por posições de destaque ou por grandes palestras proferidas, mas como desenvolvemos o dom do amor: Atualmente permanecem estas três: a fé, a esperança, o amor. Mas a maior delas é o amor (vers.13).

Para aplicar isso na sua vida, coloque como meta pessoal pequenos gestos de amor às pessoas que Deus colocou na sua vida, seja na sua casa, seja na sua comunidade.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 12

Publicado em: 19/04/2012

Nessa leitura, Paulo compara a igreja de Deus com o corpo humano, de maneira que todos venham a entender que, na vida de Cristão, o que importa não é o singular “eu”, mas o plural “nós”.

Na vida de um cristão, é inconcebível o “olhar para o umbigo”. Existe um corpo todo, com seus membros e órgãos, que necessitam de atenção e cuidado.

Da mesma maneira que se uma parte do corpo não vai bem, e precisa do médico para que todo o corpo não padeça, na comunidade cristã, aquele que não está bem, seja em qualquer esfera da vida, também precisa do médico Jesus, para que toda a comunidade não sofra.

Nesse capítulo está uma verdade que todo o cristão deveria saber: seu serviço, qualquer que seja, faz parte de um corpo, que padece sem ele; o irmão, não importa quem seja, faz parte de uma comunidade que, sem o cuidado entre os seus, padece e sofre. Paulo escreve esse discurso preparando a comunidade, para que possam entender o maior Dom de todos, que será revelado. 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 11

Publicado em: 18/04/2012

“De fato, todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes deste cálice, estareis proclamando a morte do Senhor, até que Ele venha”. (26)

O centro e o ponto mais alto de toda comunidade é com certeza a Celebração Eucarística. Nela formamos família e nos tornamos irmãos e irmãs em Cristo. Comungar a Palavra e o Corpo de Cristo na Santa Missa é alimentar a alma, abastecer o coração e se fazer preparado frente às dificuldades e decisões que havemos de enfrentar.  A eucaristia é com certeza o maior dom que Deus nos dá; no entanto é necessário entender, compreender e aceitar este mistério de fé para melhor vive-lo com todo o poder e graça que ele propícia. Entendê-lo para dele não participar se não estiver devidamente preparado, para que não ocorra estar comungando a própria condenação (29).

Muitos preferem as ceias que alimentam apenas o corpo. Nelas de deliciam e demonstram todo seu poder e riqueza, quase sempre sem fazer conta do pobre.  Enquanto uns passam fome, outros se embriagam (21).

Graças demos a Deus que “punindo-nos, o Senhor nos educa, para não sermos condenados com o mundo”. (32)

Graças e louvores se deêm a todo o momento!  Ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 10

Publicado em: 17/04/2012

O exemplo do que Deus fez ao povo hebreu ao fugirem do Egito, é tomado por Paulo para chamar a atenção sobre a conduta do povo de Corinto e a nossa conduta atual.

Como o povo conduzido por Moisés, também fomos abençoados por Deus e recebemos a sua graça. Ele nos ajuda hoje a atravessar os momentos de provação com Cristo. No entanto, mesmo abençoados, escolhemos caminhos que produzem dor em nossa vida e tristeza em Deus. Alguns destes caminhos são:

A Idolatria – quando consideramos qualquer pessoa, causa ou coisa como digna de atenção maior que a de Deus. A idolatria tira Deus de nosso foco e põe outra pessoa ou outra causa ou outra coisa em seu lugar. Na idolatria, perdemo-nos completamente.

A Imoralidade - quando vivemos e nos deixamos dominar por desejos. Quando pensamos que o prazer compensa o pecado, e que podemos explorar todas as possibilidades de prazer, pois não há pecado quando se ama. Aparentemente tudo parece estar correto. Paulo é firme e nos alerta: “Tudo é permitido, mas nem tudo convém. Tudo é permitido, mas nem tudo edifica”.

Mesmo não querendo cair, nossa fragilidade diante das tentações é muito grande e devemos tomar cuidado, pois para cair basta estar em pé. Deus não impede que sejamos tentados, mas impede que sejamos tentados além de nossas forças.

Diante da comunhão com o cálice da bênção, se estabelece uma relação vital com Cristo ressuscitado. O mesmo vale para a comunhão com o corpo de Cristo. Mas na comunhão nos banquetes pagãos, rompemos a comunhão profunda em Cristo. Sejamos firmes e façamos a nossa escolha, pois não poderemos beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 9

Publicado em: 16/04/2012

Este capítulo de Corintios mostra claramente a forma utilizada pelo apóstolo Paulo para conquistar as almas para Deus.

Pregar o Evangelho para Paulo era uma obrigação, ele não fazia para se vangloriar, nem buscava nenhum tipo de recompensas. O apóstolo queria apenas fazer o seu papel, que era levar cada vez mais pessoas a viver uma experiência profunda de conversão com Jesus.

Para ganhar o maior número possível de almas, Paulo se fez de escravo de todos, a fim de ganhar a todos, ou o maior número possível (19).

Para o judeu, Paulo se fez judeu, para quem esta abaixo da lei ele ficou abaixo da lei; para os fracos se tornou fraco, enfim, Paulo conviveu com diversos tipos de pessoas, vivendo seu dia a dia, experimentando as particularidades de cada comunidade para ser como eles, a fim de conquistar em cada lugar o maior número de almas.

Paulo amava sua missão, se compadecia pelo povo, sofria e se alegrava com cada comunidade que evangelizava, era próximo de todos e por isso foi um dos maiores ganhadores de almas para Deus.

“Ai de mim se eu não anunciar o Evangelho” (16)

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 8

Publicado em: 15/04/2012

Nesse capítulo Paulo vai trazer a discussão sobre as carnes oferecidas aos ídolos pagãos. Porém, o centro do capítulo oito está no versículo 6, que diz: “...para nós existe um só Deus, o Pai, que é o principio de tudo e fim nosso, e existe um só Senhor, Jesus Cristo, por quem tudo existe, também nós.”

Paulo rechaça os demais deuses da época reafirmando que só existe um Deus e de uma forma suave apresenta a segunda pessoa da Santíssima Trindade, sem contudo, levar ao erro de acharem que são dois deuses e caírem novamente no politeísmo ou henoteísmo, este último se acreditava em um deus todo poderoso, porém, cada civilização tinha o seu.

Falando de Deus Pai e de Deus Filho, Paulo diz a missão de cada um Deles, o Pai enquanto principio e fim e o Filho consumador da criação para quem foi feito tudo que existe.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 7

Publicado em: 14/04/2012

Os temas principais tratados hoje neste texto são: casamento, celibato, indissolubilidade do casamento e virgindade. Deus nos fala e nos orienta para aproveitar a condição atual vivendo em plenitude o Seu Amor, seja qual for o estado de vida que vivemos atualmente (casados, solteiros, celibatário, leigo consagrado ou viúvos).

Pode-se perceber a importância da castidade, da pureza e da fidelidade dentro dos estados de vida citados neste texto. Deus quer ressaltar e acender em nossos corações a força destas virtudes cristãs pra vivermos em paz e testemunhando ao mundo que com o Senhor somos capazes de vencer as inúmeras tentações que se levantam contra o casamento, a fidelidade e  a virgindade.

 “O que conta é a observância dos mandamentos de Deus” diz o versículo 19. Não são os as riquezas deste mundo que irão nos fazer feliz, muito menos os prazeres efêmeros mundanos. Somos chamados a servir a Jesus, sendo solícitos pelas coisas do Senhor e procurando sempre agradar ao Senhor. Seja cada um fiel a sua vocação cristã.

Nosso objetivo é buscar o que é melhor pra nós: a dedicação integral, de corpo e alma, ao Senhor! Pois ser servo de Cristo é uma honra.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 6

Publicado em: 13/04/2012

Neste capítulo Paulo chama atenção dos novos cristãos sobre “questões de um com o outro” (1) e seu julgamento, seu acerto de contas: primeiro, aconselhando-os a resolverem entre si mesmos tais questões – através do diálogo sincero sob a luz do Espírito Santo pode-se chegar a um resultado satisfatório para ambas as partes; segundo, exortando-os à renúncia de interesses próprios pelo bem da paz – o triunfo da caridade sobre a pura justiça, pois foram “lavados, santificados e justificados pelo nome do Senhor Jesus Cristo e pelo Espírito de nosso Deus”. (11)

Tal advertência cabe hoje entre os casais, entre pais e filhos, entre colegas de trabalho, entre os membros da comunidade, os participantes das diferentes pastorais, entre todos nós...

“Tudo é permitido, mas nem tudo convém” (12).   Quanto deve ser nosso discernimento para nos afastarmos daquilo que não é do agrado de Deus para nossas vidas! Nossa consciência – como um alarme – nos inquieta quando optamos pelo errado, pelo que não convém... nosso  corpo, lembra o apóstolo Paulo, é membro de Cristo (15) – que é a cabeça – isso não é pouca coisa! Somos um com Cristo;  “nosso corpo é templo do Espírito Santo que habita em nós” (19)... temos cuidado desse corpo para torná-lo digno desta Presença?... Quando vamos receber uma visita muito importante em nossa casa, caprichamos na arrumação, na decoração, nos alimentos que vamos oferecer... existe visita mais importante do que o próprio Deus?...

Esforcemo-nos, pois, a cada dia, para estarmos limpos e puros, preparados para receber esta visita de tal magnitude; e que o Espírito Santo nos fortaleça e nos santifique, tornando visível a presença de Deus em nós, através de nossas atitudes.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 5

Publicado em: 12/04/2012

Paulo continua a exortar a comunidade de Corínto, fundada por ele, pontuando e chamando a atenção sobre aspectos que podem acontecer em qualquer comunidade.

As situações e realidades podem ter variantes, mas os princípios são permanentes; por isso Paulo deixa claro que é preciso cuidar com "os pagãos" que estão dentro da Igreja e dá a entender que algum cristão da comunidade não se tenha desligado totalmente das práticas pecaminosas.

Cita também o efeito do fermento. Existia uma lei muito severa sobre a exclusão durante a semana dos ázimos e Paulo aproveita o exemplo para dizer que o fermentado é velho, de uma natureza corrupta, enquanto que o ázimo é o novo , aquilo que incoprruptível.

O convite é para celebrar, v.8. Celebrar a festa da Páscoa.(muito oportuno para esta semana). E ele escreve a "nossa" Páscoa, porque fazemos parte do processo da redenção. Cristo foi imolado, para que, com o ázimo da pureza e da verdade possamos cantar a vitória de uma Igreja mais humana e santa.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 4

Publicado em: 11/04/2012

 

Neste capítulo, Paulo retrata a incompreensão dos coríntios em relação aos pregadores de Cristo. Ele abordou 3 temas: a relação com Deus; a relação com o mundo; e a relação com a comunidade (os coríntios).

Na primeira parte, Paulo deixou bem claro que somos apenas os administradores dos mistérios de Deus e que a única exigência é a fidelidade. E mesmo que nossa consciência não nos acuse, o Senhor é o nosso juiz, pois chegará o dia em que o Senhor porá às claras o que está oculto e a cada um será dado o que lhe for devido.

Na segunda parte, Paulo compara a suposta sabedoria dos coríntios com sua aflição. Em tom irônico propõe o contraste entre as fraquezas e sofrimentos dos apóstolos e a glória que os coríntios pensam possuir.

Na terceira parte, Paulo os admoesta como Pai espiritual e ordena: sede meus imitadores, pois o Reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder, o poder do Espírito.

Assim, também hoje somos convidados ao exercício da humildade, reconhecendo que somos apenas meros administradores dos dons que o Senhor nos concedeu. Aqueles que se inflam de orgulho e buscam na Igreja o reconhecimento e grandeza mundana, não entenderam a essência do cristianismo e o gesto de Jesus ao lavar os pés dos seus apóstolos.

Nada seriamos e nada teríamos se tudo não tivesse sido dado por Ele, e nada para nossa vaidade e ascensão social, mas tudo para o poder, honra e gloria d"Aquele que a nós se revelou. Que nosso agir seja pautado no compromisso com Jesus, nosso Senhor, Aquele que é, Principio e Fim de todas as coisas. Amém!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 3

Publicado em: 10/04/2012

A comunidade cristã, quando conhece e vive o projeto de Deus, é radicalmente livre, não se dobra diante de pessoas ou coisas, pois pertence unicamente a Cristo e a Deus.

Paulo, que havia fundado esta comunidade de Corinto, exorta a mesma a tomar consciência de suas sombras.

A busca do prestígio e da “sabedoria dos grandes” levou a comunidade à divisão. Além de comprometer a unidade de Cristo, a divisão torna os agentes de pastoral “senhores da comunidade”. Pior ainda: os cristãos de Corinto estão reproduzindo o mesmo tipo de sociedade desigual em que viviam anteriormente.

Simpatizando com este ou aquele agente de pastoral, os coríntios privilegiam uns em prejuízo dos outros, além de provocarem idolatria, colocando pessoas no lugar de Jesus.

Paulo apresenta duas comparações: a primeira vem do campo. A comunidade é como uma plantação: joga-se a semente do Evangelho no chão da vida, rega-se, mas a capacidade de fazer nascer e crescer vem de Deus (3, 6). A segunda comparação vem da cidade. A comunidade é como uma construção: Paulo é o engenheiro que põe o alicerce e, mais tarde, Apolo constrói por cima.

Paulo e Apolo trabalharam em tarefas complementares, evangelista e catequista, a serviço da fé, não podem ser causa de divisão. A comunidade é o campo e a construção é o Templo de Deus, onde habita o seu Espírito.

O agente de pastoral é, portanto, servidor, se orienta em Jesus crucificado e não se considera sábio nas coisas deste mundo, seus pensamentos não são vazios, não se gloriam nos homens, mas reconhecem:

“Somos colaboradores de Deus, lavoura de Deus e construção de Deus” (vers. 9)

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 2

Publicado em: 09/04/2012

Paulo após ter uma experiência profunda com Deus, não se omite e faz cumprir a sua missão, a de evangelizar. Sua pregação não se baseava em princípios e sabedoria humana, mas na Sabedoria e o Poder que vem de Deus.

A sabedoria de Deus não é conhecida pelos poderosos, pois se a tivessem conhecido, não teriam crucificado o Senhor. 2,8

É por isso que Paulo revela que Deus tem preparado algo maravilhoso: “algo que os olhos jamais viram, nem os ouvidos ouviram, nem coração algum jamais pressentiu”. 2,9

Para conhecer uma pessoa é necessário que ela se deixe conhecer. “A nós, Deus revelou esse mistério por meio do Espírito”. 2,10

A sabedoria de Deus revelada pelo seu Espírito pode ser apreciada por todos aqueles que abrirem o seu coração a Deus.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Coríntios, Capítulo 1

Publicado em: 08/04/2012

No primeiro capítulo da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios, o apóstolo trata das divisões causadas na comunidade em torno de pregadores eloquentes. Diante desta situação, Paulo ressalta que Cristo o enviou para anunciar o evangelho, que defende a união e amor em comunidade, refletidos na crucificação de Jesus.

Em seguida, Paulo explica a pregação na cruz e a sabedoria de Deus. A cruz denuncia a mal-empregada ciência humana e demonstra um poder e saber de Deus, que o homem somente descobre pela fé.

Ora, o mundo não teve discernimento suficiente para compreender a sabedoria de Deus ou sequer reconhecê-Lo na pessoa de Jesus. Mas, pela loucura e fraqueza demonstrada na cruz, Deus revelou seus desígnios, mistério, inteligência e amor pela humanidade.

De acordo com o pensamento humano, a sentença de morte de um salvador, que não tendo salvado a si mesmo não conseguiria, portanto, salvar aos outros, é absurda. Mas, em verdade, a cruz revela a sabedoria e o poder de Deus, que salva aqueles que creem no Cristo.

Na crucificação de Jesus, o Pai do céu se confunde com o fraco e faz fracassar o forte, revelando que ninguém pode gloriar-se diante de Deus, já que, o que para nós é loucura ou fraqueza, para Deus é um sinal de amor e salvação, que somente poderemos compreender mediante a fé!

Irmãos! Mesmo depois do sofrimento da crucificação, Jesus ressuscitou! Ele vive e está em nosso meio! Que hoje possamos reconhecer o amor de Deus por nós e acolher a salvação em nossos corações!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 28

Publicado em: 07/04/2012

Jesus Ressuscitou!

Não tem porque procurar Jesus no tumulo, foi o que o anjo disse as mulheres, disse ele também para não termos medo. Nosso Senhor é o Deus da vida! Nosso Senhor venceu a morte! Ele vive e esta entre nós!

Quando os guardas foram avisar os sumos sacerdotes sobre o fato, eles deram dinheiro aos guardas e pediram para contarem outra história, dizer que os discípulos tinham ido ao local a noite, enquanto dormiam e roubaram o corpo e foi o que eles fizeram, mas isso não foi motivo para que a noticia não se espalhasse por todos os lugares.

Jesus apareceu aos discípulos e disse: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações, e batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-lhes a observar tudo o que vos tenho ordenado. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos”. (versículos 19 e 20)

O Senhor esta conosco, por todos os dias! Ele ressuscitou! Louvemos ao Senhor por todos os discípulos que tiveram coragem de abraçar a fé e evangelizar pelo mundo! Que sejamos como eles, anunciadores da boa nova!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 27

Publicado em: 06/04/2012

Quis a Divina Providência que estudássemos o capítulo 27 de Mateus justamente na Sexta-Feira Santa. Como num retrato, Mateus faz uma descrição da morte de Jesus de uma maneira toda especial. Aproveitemos esta Palavra de Deus para nos identificarmos com alguns personagens da narrativa:

  • Judas (vers. 3 a 5): com nosso contra-testemunho traímos Jesus frequentemente e muitas vezes por um valor bem abaixo das trinta moedas de prata;
  • Pilatos (vers. 11 a 26): através dos nossos pecados de omissão também matamos o Filho de Deus;
  • Príncipes dos sacerdotes e anciãos (vers. 20 a 26): crucificamos Jesus com nossas atitudes e continuamente escolhemos o pecado (Barrabás) ao invés da graça (Jesus);
  • Soldados (vers. 27 a 31): com nosso apego ao poder, ao ter e ao prazer, açoitamos e ridicularizamos Jesus, fazendo com que Ele não seja o verdadeiro Senhor das nossas vidas;
  • Simão Cirineu (vers. 32): carregamos a nossa cruz obrigados e não reconhecemos nela o sinal de salvação;
  • Sumo-sacerdotes, letrados, senadores e ladrões crucificados (vers. 41 a 44): exigimos de Jesus milagres extraordinários e o colocamos à prova para crermos.

Que nessa reflexão deste capítulo, saíamos com o firme propósito de confessar nossa fé na salvação de Jesus, morto e crucificado por amor a cada um de nós. Digamos o mesmo testemunho de fé do centurião e seus homens (vers. 54): “Este era verdadeiramente o Filho de Deus.”

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 26

Publicado em: 05/04/2012

Hoje, não por coincidência, celebramos a instituição da eucaristia durante o lava-pés. E por esse motivo, dentre os tantos ensinamentos que a leitura desse capítulo pode nos trazer, uma reflexão pode nos saltar aos olhos e corações: o pão vivo descido do céu se ofereceu como alimento pela salvação dos homens.

Consideremos um grão de trigo. Ele nasce, cresce, é colhido, triturado, esmagado. Em seguida é misturado a água e passado ao fogo, para, somente então, servir de alimento e sustento ao corpo. Da mesma maneira foi Jesus. Nasceu, cresceu em graça, força e sabedoria, foi colhido do mundo, preso, triturado e esmagado pelo peso de nossas culpas. Em seguida, desceu a mansão dos mortos e ressuscitou ao terceiro dia, para, somente então, servir de alimento espiritual para os homens.

Tendo como foco o ”Jesus o pão da vida”, neste dia especial, a leitura desse capítulo pode nos revelar o quanto damos o valor necessário a esse alimento, que é cura para nossas vidas e salvação para nossas almas.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 25

Publicado em: 04/04/2012

Neste capítulo Deus nos fala do cuidado, do serviço e da caridade, itens indispensáveis para a entrada no Reino de Deus.

Em primeiro lugar o cuidado e o zelo pelas coisas de Deus. Cuidado para não ficar pelo caminho, não se desviar, nao desanimar, não dormir. Só os que ficam vigilantes conseguem alcançar a vitória. A vigilancia se dá pela oração, eucaristia e meditação da Palavra.

Na parabola dos talentos nossa reflexão deve começar por aquele que recebeu apenas um talento. Este, somos todos nós, o talento dado por Deus é a nossa própria vida, dom de Deus que devemos colocar nas mãos do Senhor, ser instrumento na defesa da vida, da natureza, do irmão, viver a vida somente para sí mesmo é enterrar o talento dado por Deus. Aquele que recebeu dois e cinco talentos é os que por méritos e/ou privilégios alcançam capacidades seja através de estudo ou experiencia de vida. Destes o Senhor espera mais, pois tem mais para dar. Porém a lição que fica é a de que devemos fazer segundo aquilo que podemos, não devemos nos angustiar por não fazer algo que esta além de nossas possibilidades, mas sempre buscar fazer - e bem feito - tudo aquilo que podemos.

O amor a Deus deve caminhar sempre com a amor ao irmão, pois diz a escritura:“Se alguém disser: “Amo a Deus”, mas odeia o seu irmão, é mentiroso; pois quem não ama o seu irmão, a quem vê, não poderá amar a Deus, a quem não vê”. (I São João 4,20)

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 24

Publicado em: 03/04/2012

Trata-se de um discurso de Jesus, que se inicia com o relato sobre a destruição do Templo em Jerusalém, o que realmente aconteceria por volta do ano 70. Tudo indica que Jesus o Templo de Deus aqui na Terra, se identifica a este relato, Ele próprio seria destruído, o que seria compreendido por seus discípulos somente depois de sua ressurreição.

Mas Jesus também nos fala de sua volta, que acontecerá imediatamente após a tribulação dos dias chamados por princípio das dores. Ele vira para reunir seus eleitos em toda a Terra. Esta volta de Cristo é chamada de Parusia, que se entende por presença ou chegada, ou ainda advento glorioso de Cristo no fim dos tempos.

Quando Jesus menciona estes acontecimentos seus discípulos ficam curiosos e na primeira oportunidade a sós com Ele fazem três perguntas: Quando estas coisas acontecerão? Qual será o sinal da tua volta? Qual será o sinal do fim dos tempos? Jesus não dá uma resposta definitiva à pergunta de quando e só dirá que tudo passará antes que acabe a sua geração.

Duas virtudes nos são colocadas hoje: A fidelidade e a prudência. O Servo fiel é aquele que não precisa ser vigiado o tempo todo, é aquele que merece a confiança do seu senhor, uma pessoa totalmente responsável por aquilo que faz.

Não saberemos adiantadamente quando será a volta de Jesus. Não teremos oportunidade de fazer preparações de último minuto. Precisamos estar preparados para sua volta a qualquer momento. Estamos prontos?

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 23

Publicado em: 02/04/2012

No Capítulo 23 do evangelho de Mateus, vemos um ataque de Jesus aos Escribas e Fariseus. Acostumado a ser atacado e colocado sempre em armadilhas pelos Fariseus, Jesus resolver falar abertamente sobre este tipo de pessoas.

O ponto mais importante que Jesus alega é que os fariseus e escribas conhecem a Lei de Moíses, mas não praticam suas obras. São pessoas que buscam títulos de mestres e doutores, que querem apenas aparecer nas sinagogas e no Templo. As obras quando praticadas por eles são para serem vistas pelos homens.

As acusações de Jesus são graves, ao ponto de acusá-los de fechar o Reino dos Céus para aqueles que os seguem.

Podemos tirar alguns ensinamentos desta leitura, como a prática da humildade e fazer com que nossa fé se torne obras e atitudes concretas. Precisamos colocar em obras e atitudes aquilo que acreditamos, não podemos ficar somente nas palavras, mas temos que transforma-las em ações.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Evangelho de Mateus, Capítulo 22

Publicado em: 01/04/2012

Esse capítulo começa com a parábola do banquete de casamento, onde o rei é Deus, o príncipe é Jesus, os servos podem ser os profetas ou os missionários cristãos que pregavam para os judeus até a destruição de Jerusalém, os demais convidados são os pagãos.

No meio do banquete o Rei vê alguém sem o traje de festa, esse traje corresponde a conduta daquela pessoa, o pranto é a reação do excluído que se contrapõe a alegria da festa.

Em outro momento, interpelam Jesus sobre o tributo a César e sua resposta surpreende-os; “Pois daí a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus”.

Acima de qualquer poder humano está Deus, e o homem é a imagem de Deus. A missão de Jesus não é uma libertação política; Ele veio libertar o homem restabelecendo sua relação com Deus.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:

Antes de conferir a reflexão, faça a leitura do texto bíblico 

Área pessoal




Esqueceu sua senha? Recupere aqui.
Ainda não tem Cadastro? Cadastre-se aqui.





Leituras

Livro - A Bíblia no meu dia-a-dia

Cronograma

Cronogramas


Escolha um livro




Arquivo

 

Total de visualizações de página:

5.662.232


Desenvolvido e Hospedado por Cedilha Comunicação Digital Realização Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora Paróquia Sant'Ana