Bíblia Diária - Para uma leitura diária e frutuosa da Palavra de Deus!
Clique aqui para criar a sua área pessoal

Leitura do dia:
II Pedro, Capítulo 2

Publicado em: 31/05/2012

      

O segundo capítulo desta epístola, Pedro nos fala do caminho dos falsos mestres, seu caráter, suas obras e o consequente castigo. É interessante notarmos que, ele não está se referindo àqueles que nunca conheceram o Senhor, mas ele fala de pessoas que foram resgatadas mas se desviaram das veredas da justiça, como Balaão, um profeta verdadeiro, até que, pelo interesse financeiro, desviou-se da verdade.

Pedro se preocupa e alerta os cristãos para as "contaminações do mundo", de onde escaparam mediante o conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, contudo, desviaram-se da rota traçada pelo Senhor sendo envolvidos e vencidos pelo mundo, terminando por se afastarem do santo mandamento de Deus.

Que peçamos a Deus, que possa nos enviar seu Espírito Santo, para que fortalecidos, mantenhamo-nos fiéis sob a luz de sua palavra, e não voltemos à escuridão da qual fomos resgatados.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Pedro, Capítulo 1

Publicado em: 30/05/2012

     

O seu divino poder nos presenteou com tudo o que contribui para a vida e para a piedade (3)

Por elas foram-nos concedidos os bens prometidos, os maiores e mais valiosos, a fim de que vós vos tornásseis participantes da natureza divina, fugindo da corrupção que a concupiscência espalha no mundo. (4)

Por isso mesmo, dedicai todo o esforço em juntar à vossa fé a fortaleza, à fortaleza o conhecimento, ao conhecimento o domínio próprio, ao domínio próprio a constância, à constância a piedade, à piedade a fraternidade, e à fraternidade, o amor. Se estas qualidades existirem e crescerem em vós, não vos deixarão vazios e estéreis no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo. (5-8)

Como diz a introdução a 2ª carta de Pedro tem a intenção de fortificar a fé na vinda de Cristo. Fato que só terá importancia para cada um de nós se soubermos o que isso significa e o que muda na vida de cada um de nós.

Pedro nos mostra que a espera deste Cristo que vem não pode ser na osciosidade, mas no conhecimento das coisas de Deus e sua prática (a vocação cristã). Que devemos a cada dia confirmar nossa vocação (10) e que este é o caminho para o acesso ao reino eterno de nosso Senhor e salvador. (11). Como diz na introdução à 2ª carta de Pedro: “mostra que Jesus já está presente no meio de nós e que já temos, na fé e na caridade, a vida eterna”.

Neste capítulo podemos lembrar a passagem em que Marta e Maria recebem Jesus em sua casa. Marta é agitada e preocupada, Maria quer ouvir o mestre. “Quando Marta cobra ajuda de Maria, Jesus diz: Marta, Marta, tu te preocupas com muitas coisas, Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada”. 

O cuidado da casa e tantos outros afazeres são importantes, mas devemos discernir o que é importante e o que é essencial. Fazer as coisas importantes sem nunca perder de vista as coisas essenciais, como diz a escritura: “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão dadas por acréscimo” Mt 6,33

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Pedro, Capítulo 5

Publicado em: 29/05/2012

    

No final desta carta, Pedro volta sua atenção para os presbíteros, homens de certa idade, com responsabilidades e conscientes de serem pastores da Igreja que se localizava em um canto do mundo bastante afastado do Império de Roma.

A Igreja que passaria por tempos difíceis precisava de homens experientes e também de Pedro que havia sido testemunha dos sofrimentos de Cristo, eles serão encarregados a pastorear "o rebanho de Deus”.

Os pastores precisam cumprir o dever, sem esperar receber lucro financeiro algum, alimentando, guiando e protegendo o rebanho, afastando-o de falsos mestres, que são comparados aos lobos que não poupam ovelha alguma. Deverão ser bons exemplos não serem dominadores, e terem a consciência que estão pastoreando um rebanho que não pertence a eles e sim a Deus.

Aos jovens cristãos Pedro os orienta a submeterem-se aos seus anciãos e a humilharem-se diante do Senhor, que cuidará deles e os exaltará no tempo devido.

Deus cuida de seus filhos, mas eles precisam estar alertas para resistirem ao diabo. Pedro compara o diabo a um predador voraz que abate sem piedade aqueles que não ficarem vigilantes. Contudo, aqueles que estão firmes na fé poderão resistir a ele.

Oferecendo uma oração em favor dos leitores, Pedro pede a Deus que os apoie e os fortaleça, ele relembra os cristãos que o sofrimento deles é temporário, eles serão glorificados.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Pedro, Capítulo 4

Publicado em: 28/05/2012

   

Neste capítulo, Pedro exorta a comunidade a se preparar para um momento difícil que eles iriam enfrentar, especialmente deixando para trás os pecados da carne, pois Cristo padeceu na carne, assim, todo aquele que padecer na carne estará livre do pecado.

No versículo 7, o autor fala: “Mas já esta próximo o fim de todas as coisas”, não sabemos exatamente se ele estava se referindo a volta de Jesus, ou aos acontecimentos que marcaram a época, como a destruição do Templo de Jerusalém ou o fim da economia judaica.

Mas independente do acontecimento, foi deixado alguns ensinamentos que servem como base para todas as situações de dificuldades que enfrentamos em nossas vidas. Precisamos viver o amor em plenitude (8), não reclamar (9), servir uns aos outros (10), e continuar sempre evangelizando em nome de Deus (11).

Pedro encerra o capitulo, dizendo que aqueles que sofrem por amor a Igreja e a justiça, podem suportar as dificuldades assim como Jesus suportou seus sofrimentos.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Pedro, Capítulo 3

Publicado em: 27/05/2012

   

Pedro começa o capítulo ressaltando a dignidade da mulher, colocando-a na mesma posição dos homens. Em tempo de superficialidades, como a que vivemos em nossas atuais relações, Pedro pede que as mulheres antes do exterior trabalhe seu interior dizendo no versículo 3 e 4; “ Vosso adorno não seja externo: cabelos trançados, joias de ouro, trajes elegantes; mas esteja no íntimo e oculto: na modéstia e serenidade de um ânimo incorruptível.”

Não está dizendo aqui que as mulheres  não devem andar bonitas bem arrumadas, mas que isso é secundário, o mais importante é o que elas são e não o que a sociedade quer que elas pareçam ser.

Já aos maridos é pedido que eles tenham mais atenção a condição delicada da mulher, que elas sejam estimadas e reconhecidas em sua dignidade. E que ambos “...sede concordes, compassivos, fraternos, misericordiosos, humildes; não paguei o mal com o mal..”(8-9). Os cônjuges devem se rivalizarem no amor, que sempre busquem fazer o outro feliz.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Pedro, Capítulo 2

Publicado em: 26/05/2012

   

Um texto rico de direcionamentos de vida, práticos e diretos, e de procedimentos para todos aqueles que desejam viver sempre mais próximos de Jesus Cristo: este é o resumo deste capítulo de hoje. São Pedro demonstra um desejo de que os leitores desta carta tornem-se “pedras vivas, edifício espiritual”, sempre alimentando a nossa fé e buscando crescer no caminho da Salvação.

O abandono a vida de pecados, paixões carnais, afastando-se e despojando-se do homem velho, a conversão e mudança de vida, também é ressaltada pelo primeiro Papa, mas sem deixar de enaltecer o fato de que somos “a gente escolhida”, “o povo de Deus”, pertencente aos que “alcançaram misericórdia”. Tomemos posse e vivamos segundo esta graça!

E no texto do versículo 18 ao 25, o maior ensinamento de hoje: a obediência dos servos segundo o exemplo de Cristo: “Nisto consiste a graça: sofrer injustamente, suportando as aflições, com a consciência da presença de Deus. Entretanto, se fazeis o bem e suportais o sofrimento, isto vos torna agradáveis a Deus”. 1Pd 2,19.20b. Peçamos a Jesus que ele nos ensine e nos dê forças pra seguirmos os seus passos de amor e serviço ao próximo.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Pedro, Capítulo 1

Publicado em: 25/05/2012

   

Que alegria ao iniciarmos a leitura desta carta e depararmo-nos com a citação: “aos eleitos” (1) ... aos escolhidos – que bom nos sentirmos assim; por outro lado, cabe parar e e refletir sobre essa graça que nos foi concedida. Ás vezes estamos tão envolvidos com a Paróquia e as atividades que desempenhamos que já esquecemo-nos do tempo anterior à nossa conversão e daí, nem louvamos a Deus por isso.

Pedro nos convida a esse louvor: “Bendido seja Deus, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo que em sua grande misericórdia, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, nos fez nascer de novo para uma esperança viva...” (3) Benditos somos nós que acolhemos Seu chamado em nossos corações!

Dirigindo-se aos “migrantes dispersos pelo mundo” (1), Pedro dirige-se também a nós previnindo sobre sofrimentos e angústias que devemos suportar como provações capazes de nos purificar e nos fortalecer quanto à obediência, sobriedade, amor fraterno e santidade em vista de um bem maior: nossa salvação.

O povo de Deus é o povo da fé e da esperança porque foi resgatado pelo “precios sangue de Cristo, cordeiro sem defeito e sem mancha” (19), mas é também o povo comprometido em testemunhar essa fé e esperança, como está “na palavra do Senhor que permanece para sempre” (25)

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Tiago, Capítulo 5

Publicado em: 24/05/2012

  

Tiago é um autor pragmático. Os atos são mais importantes que as palavras. Ele se dirige aos cristãos de todos os tempos. Exorta-os a não desejarem o poder nem as riquezas desse mundo, esperando pacientemente a ação do Senhor dos Exércitos que não tardará em socorrer os que o temem.

As queixas entre irmãos devem ser convertidas em gestos de caridade e paciência, que promove a alegria e paz, frutos do Espírito. Esta geração deve também aprender com a Palavra de Deus a ser grata, a louvar, orando em todas as circunstâncias, até mesmo diante da morte.

O cristão não necessita de “juramentos”. Jurar pode ser apenas um artifício para  agregar mais crédito às palavras. Dizer apenas SIM ou NÃO, com atitudes corajosas,   principalmente diante dos caminhos que vão contra os princípios cristãos, demonstram verdadeira fé. É o convite  atual deste apóstolo que soube entregar sua vida por Cristo.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Tiago, Capítulo 4

Publicado em: 23/05/2012

   

De onde vem todo o mal? De dentro do homem, campo de batalha de onde brotam a cobiça e a inveja, cujos filhos se deleitam em brigas, desavenças, luta pelo poder e julgamentos. 

Que somos nós? “não passamos de uma neblina que se vê por um instante e logo desaparece”(14). Então, pra que tanta arrogância se não sabemos sequer o que será de nossas vidas amanhã?. “ Deus resiste aos soberbos, mas concede a graça aos humildes”(6), pois é na humildade que se revela a grandeza do homem. É no reconhecimento de nossa pequenez que podemos vislumbrar com os olhos da fé a magnitude do amor de Deus. É preciso, que como Cristo, nos esvaziemos de nós mesmos (KENOSIS), para que prevaleça a vontade do Pai.

Cristo, na encarnação, se desfez de sua divindade e esvaziou-se de sua deidade parcialmente. Sendo Deus se tornou um de nós em tudo, menos no pecado, por amor de muitos.

Somos igreja encarnada no mundo e precisamos atender aos seus apelos e necessidades. “ A igreja não é expectadora das mudanças, precisa sentir e servir o homem no mundo”. Ela é sinal de salvação não para si mesma, mas para o mundo. (Gaudium et Spes).

É neste contexto que o Senhor nos exorta a mudar de vida - submeter-nos a Deus, resistir às tentações, humilhar-nos diante do Senhor e não falar mal do irmão - pois “um só é o legislador e juiz: aquele que é capaz de salvar e de fazer perecer.” (12) 

A graça do Pai nos alcance e nos dê sabedoria para perseverar no seu Caminho, sendo correto, justo e humilde, como convém a um bom cristão. 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Tiago, Capítulo 3

Publicado em: 22/05/2012

   

Pode uma fonte jorrar, pelo mesmo orifício, água doce e amarga?

Todos os cristãos estão sujeitos a erros, mas quando pecam não perdem o direito a salvação, uma vez que a salvação foi alcançada pela fé em Cristo. A salvação não se conquista pelo nosso bom ou mau comportamento, foi Cristo que a conquistou para todos, em seu sacrifício de cruz.

Perfeito é o homem que não tropeça em palavra. Como pode nossa boca, ao mesmo tempo em que bendiz ao Senhor, amaldiçoar aos irmãos? O efeito devastador que a língua pode causar, evidencia como é importante que seja mantida sob controle.

Entre os irmãos, destinatários da carta de Tiago, muitos tinham a pretensão de se tornarem mestres, aspirando apenas a um título, para sua própria glória, sem ter recebido o chamado que vem do alto, causavam ciúme e rivalidade entre irmãos. Aos olhos de Tiago um grande prejuízo à igreja de Deus.

Se houver alguém que se considera sábio e entendido, primeiramente deve demonstrar com bons procedimentos e obras que semeiam a paz, a conciliação e a misericórdia.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Tiago, Capítulo 2

Publicado em: 21/05/2012

   

Neste capítulo São Tiago nos exorta a manifestar a nossa fé através das obras e atitudes. Se Deus não faz acepção de pessoas, quem somos nós para discriminar. 

O Antigo Testamento admite parcialidade em favor do desvalido em qualquer situação. A inclinação para o necessitado é um ato de piedade que tempera a justiça rigorosa.

Em 2 Cr 19,7 o Senhor nos exorta: “ Pois bem, que o temor de Deus vos domine.  Sede muitos cuidadosos em vossos trabalho, pois o Senhor nosso Deus não quer saber de injustiça, não faz acepção de pessoas e não recebe suborno”.

Acreditar em Deus é fácil, mesmo porque até os demônios creem e tremem, mas a fé deste é uma fé intelectual que não se traduz em obras de amor ao próximo, pelo contrário.

Se São Paulo aos Gálatas e aos Romanos teve a preocupação de levar a justificação pela fé, Tiago não descarta isto, mas recomenda aos que aderiram a fé de não ter uma fé vazia, sem compromisso. 

Tiago quer deixar claro que ambas, a fé e as obras devem andar juntas e que nenhuma está acima da outra. Uma fé sem obras é um corpo sem vida.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Tiago, Capítulo 1

Publicado em: 20/05/2012

   

Em sua carta às doze tribos na Diáspora (judeus que moravam foram da Palestina), Tiago se identifica como servo de Deus e do Senhor Jesus e em sua fala apresenta uma aparente contradição com as Cartas de Paulo, já que Tiago concentra seu discurso na fé prática, ao passo que Paulo discorria sobre a salvação pela fé e não pelas obras que realizamos. Contudo, esta contradição é apenas aparente, pois os dois discípulos tratam da fé em Cristo Jesus, e Tiago explica que sem ações que traduzem nossa fé, ela está morta. 

A Carta de Tiago ensina a constância na espera do Senhor e a estar sempre pronto para o juízo de Deus. Neste primeiro capítulo, Tiago fala da provação, da sensatez e do dom divino, de pobres e ricos, do falar. 

Ao tratar de provações, o discípulo expõe que, enquanto não passar pelas provações, o homem não esta acabado, mas, sim ainda em transformação no amor de Deus. A se aproximar de Deus, o homem deve se preparar para ser colocado à prova, e somente aqueles que são perseverantes e pacientes é que atingirão a perfeição no amor do Pai. Suportar a provação é um ato ou prova de que o homem ama a Deus, uma oportunidade de mostrar seu valor. 

A sensatez ou sabedoria é a arte de dar sentido à vida, tanto no aspecto intelectual e prático, como religioso. Tiago nos mostra que a sensatez é um dom divino, e, portanto, deve ser pedido em oração. 

No tema sobre pobres e ricos, opõe a exaltação de ser cristão à humildade de reconhecer-se homem caduco em si e em seus empreendimentos. Na assimetria dos opostos, o pobre sublima o plano sobrenatural, enquanto o rico permanece no plano natural. 

Por fim, Tiago trata do falar, com base nas citações em Eclesiástico (Eclo 5, 9-15), mostrando que a ira de Deus é a reação ao mal e sua condenação. Já a ira do homem, proferida pela boca, leva a vingança, que não realiza a justiça querida por Deus, mas, acrescenta injustiça. 

A nossa fé, cada dia mais amadurecida, deve ser perseverante, paciente e produzir frutos. Ser cristão, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, como Tiago, implica em suportar as provações que encontramos na vida, mantendo acesa a chama de nossas crenças, suplicando ao Pai que nos dê sabedoria para viver de forma agradável ao seu coração.  

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 13

Publicado em: 19/05/2012

   

Perseveremos no amor fraterno, na hospitalidade, lembremos-nos dos que sofrem, dos que são maltratados, dos que estão presos e não permitamos que nenhuma doutrina estranha entre em nosso coração e mente. Honremos o matrimonio, que nossa conduta não seja inspirada pelo amor ao dinheiro, mas sim que nossa conduta seja inspirada nas boas obras e na busca da santidade.

No versículo 16 diz: “Não vos esqueçais da prática do bem e da partilha, pois estes são os sacrifícios que agradam a Deus.” Tenhamos sempre isso em nossa mente!

O Senhor nos protege sempre, esta conosco todos os dias “Eu nunca te deixarei, jamais te abandonarei” (versículo 5b), se for difícil viver seguindo os passos da santidade, o Senhor vem nos encorajar para não desistir, para seguir adiante, pois Ele esta conosco! 

“Que poderá fazer-me um ser humano?” (versículo 6b), que essa seja nossa certeza: quem tem Jesus como Mestre não tem a quem temer, pois seguimos o Deus da verdade, o Deus que é o mesmo ontem, hoje e sempre. 

Sigamos decididamente, que a graça esteja com todos nós!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 12

Publicado em: 18/05/2012

 

Com este capítulo, a Palavra nos mostra como suportar todas as dificuldades, tanto as quotidianas, como aquelas que mexem com nossa estabilidade.

Também nestas dificuldades o Senhor age. Nosso sofrimento não é desejado por Deus, mas Ele também se aproveita destas situações para nos corrigir. Não como um pai negligente, mas como um Pai de amor: “Ora, qual é o filho a quem seu pai não corrige?” (vers. 7).

Mas Deus pode tirar de algum acontecimento negativo um crescimento pessoal para nossa vida e para nossa comunidade? O versículo 7 nos responde: “É verdade que toda correção parece, de momento, antes motivo de pesar do que de alegria. Mais tarde, porém, granjeia aos que por ela se exercitaram o melhor fruto de justiça e de paz.”.

Acolhamos esta Palavra para nossa vida, aceitando o que está acontecendo na nossa vida atualmente e não temos condições de mudar. Façamos como Santa Paulina Frassinetti, que diante das inúmeras dificuldades sempre exclamava: “Vontade de Deus, paraíso meu!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 11

Publicado em: 17/05/2012

Neste capítulo, Paulo continua a falar sobre a fé, agora de maneira direta. No início, ele resume a fé como o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que não se veem. Podemos dizer então que, a fé, de uma maneira simples, é como se ter a certeza de que, mesmo em um dia chuvoso, com nuvens carregadas, o sol se encontra lá, aguardando o momento de se revelar.

A fé é um assentimento intelectual que aperfeiçoa o espírito. Dá a mente a certeza da qual a razão é incapaz de apreender. A fé nos leva ao caminho do encontro com o Deus vivo, descrito por Paulo ao citar todos os profetas, seus feitos, e as promessas realizadas por meio de Deus para e com eles.

Que possamos aceitar em nossos corações que a fé é o sentido da existência humana e as respostas às interrogações sobre as quais repousa toda a nossa felicidade, que não pode ser alcançada de nenhum outro modo.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 10

Publicado em: 16/05/2012


   

“ Jesus suplanta os sacrifícios imperfeitos.”

Jesus dá-se de sí mesmo para remissão de nossos pecados, é o cordeiro santo, o sacrifício perfeito. Já não se aceita (por Deus) sacrifícios de animais, pois estes são incapazes de apagar nossas culpas, ao contrário, anualmente se renova a memória dos pecados. (3)

Hoje nossas culpas e pecados são lavados no sangue de Jesus, nosso perdão passa necessariamente por um coração contrito e arrependido, uma decisão firme e decidida de não mais pecar e seguir Jesus na sua Palavra, nos seus ensinamentos. – “Pondo as minhas leis nos seus corações e inscrevendo-as no sua mente, não me lembrarei mais dos seus pecados, nem das suas iniquidades”. (16/17)

Somos convidados a vivermos como filhos que somos, aceitar em nossas vidas o sacrifício de Jesus e a porta que se nos abriu por seu gesto de entrega. Viver em comunhão com Deus e com os irmãos. “Estejamos atentos uns aos outros, para nos incentivar ao amor fraterno e às boas obras”.(24) – “procuremos animar-nos mutuamente”. (25)

É preciso viver uma fé firme e madura, alimentada na Palavra e na Eucaristia, pois só assim poderemos cumprir a vontade de Deus e alcançar o que ele prometeu.

“Perseveremos na fé, para a nossa salvação”.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 9

Publicado em: 15/05/2012

Moisés construiu para o povo de Israel um santuário. Nele o sumo sacerdote tinha a missão de servir ao povo como intercessor diante de Deus. Este santuário basicamente se tratava de uma tenda elaborada e dividida em duas salas por um véu. A sala maior era chamada o Santo Lugar e a menor era chamada Santo dos Santos.

Um véu separava as duas salas, e simbolizava que o caminho à presença de Deus ainda não estava aberto para a humanidade, apenas o sumo sacerdote poderia se aproximar do Senhor. Quando Jesus morreu na cruz, o véu entre o Santo Lugar e o Santo dos Santos foi rasgado (Mateus 27,51). Deus nos mostrou que o acesso a sua presença era agora disponível a todos, através do sacrifício de Jesus na cruz.

Como os sumos sacerdotes do Primeiro Testamento, Jesus ofereceu sangue na presença de Deus, porém Jesus ofereceu seu próprio sangue, derramado na cruz, e ofereceu-o no verdadeiro santuário, o próprio céu.

Jesus é o Mediador de uma aliança melhor do que as realizadas anteriormente. O sangue de Jesus alcança até os pecados sob a primeira aliança, a Lei de Moisés, o que observamos no versículo 15.

No primeiro Santuário tudo era purificado com o sangue de animais, mas Jesus ofereceu um sacrifício melhor, que pode verdadeiramente obter a redenção do pecado. Todos os demais sacrifícios não se comparam a grandiosidade deste.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 8

Publicado em: 14/05/2012

   

O Capítulo 8 do livro de Hebreus traz para nós qual é o papel do Sacerdote, que é fazer oferendas e sacrifícios no santuário (3), e traz Jesus como o Sumo Sacerdote por excelência, Sacerdote Celestial, que serve num santuário, mas não o mesmo santuário dos antigos Sacerdotes, pois Jesus é superior a todos os outros Sacerdotes, aos profetas do antigo testamento, a Moises e Abraão.

O autor da carta aos Hebreus tem uma grande preocupação em mostrar que este sacrifício oferecido por Jesus foi perfeito e que foi a melhor aliança já estabelecida. O autor ressalta isto, pois, muitos estavam pensando em voltar para o judaísmo.

O Sacrifício de Jesus é eterno, retira a necessidade de sempre oferecer sacrifícios pelos sacerdotes como a lei de Moises exigia. Sacrifício perfeito, oferecido de Deus para Deus.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 7

Publicado em: 13/05/2012

 

Neste capítulo será relatado a comparação entre Melquisedec, rei de Salém e sacerdote do Deus Altíssimo, e Jesus. Melquisedec é um personagem misterioso seu relato se encontra no livro de Gênesis 14, 18 e Salmo 110, 4. Ele é a prefiguração de Jesus.

Comparação de ambos: a) Não tem descendência, simbolizando eternidade; b) Superioridade em relação aos sacerdotes levíticos; c) Eficácia, só em Jesus é assegurado o livre acesso a Deus; d) Número e duração. Os sacerdotes levíticos eram muitos, dividiam entre si o trabalho em turnos, morriam e outros os sucediam.

Nosso Sumo Sacerdote é único e vive perpetuamente; e) Finalmente, os sacerdotes levíticos eram pecadores, enquanto que o nosso se oferece a si mesmo como vítima imaculada.

Como diz o versículo 26; “ Tal é o sumo sacerdote que necessitávamos: santo, irreprovável e sem mancha, separado dos pecados, exaltado acima do céu.”

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 6

Publicado em: 12/05/2012

Este capítulo da carta de São Paulo ao povo Hebreu nos alerta sobre sermos perseverantes até o fim, muitos viveram uma experiência de fé em suas vidas e por algum motivo a abandonam ou se esquecem das promessas que Deus fez para nós.

No versículo 12, Paulo exorta a não sermos preguiçosos, mas sim imitadores daqueles que, pela fé e paciência receberam como herança o prometido, Deus não é injusto e não esquece vossas obras nem o amor que mostrastes em seu nome, mas deseja a nossa fidelidade e perseverança.

Paulo nos dá como exemplo a pessoa de Abraão, que teve paciência e alcançou o prometido por Deus. Abraão contava com a promessa e com o juramento de Deus, que são irrevogáveis.
 
Peçamos ao Espírito Santo que as palavras deste texto bíblico penetrem profundamente em nossos corações e nos impulsione a termos uma fé inabalável nas palavras e promessas de Deus em nossas vidas, aumentando a nossa fé e levando-nos a um comprometimento maior com Cristo e com a sua Igreja.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 5

Publicado em: 11/05/2012

Todos os sacerdotes de Israel eram da tribo de Levi e deviam oferecer sacrifícios para expiação de seus próprios pecados e dos pecados de todo povo. Nesta carta, e especialmente, neste capítulo 5, o autor quer mostrar que Jesus é um sumo sacerdote diferente dos demais sacerdotes:

a)     foi escolhido pelo próprio Deus (“Tu és o meu filho, eu hoje te gerei” Salmo 2,7)
b)    Não tem pecado e nem é da linha levítica (“Tu és sacerdote perpétuo na linha de Melquisedec” Salmo 110, 4)

Melquisedec  é citado em Gn 14, 18 como um “rei sacerdote que venera o Deus supremo e surge para receber  tributo de Abrão e pronunciar sobre ele a bênção” Bíblia do Peregrino e, segundo a Bíblia da Ave-Maria “ um personagem símbolo do Messias”.  Embora sendo Deus e sumo sacerdote, recorda o autor o sofrimento e a obediência de Jesus Cristo, que prostrou-se diante do Pai em súplicas com lágrimas (que devem referir-se à oração no Horto das Oliveiras), mas aceitou plenamente a vontade d´Aquele que o gerou, tornando-se por isso “causa de salvação eterna” (5, 9)

Por esta leitura o autor nos convida a uma reflexão mais profunda sobre os mistérios de Deus e a obra salvífica de Jesus Cristo, sobre o compromisso do cristão e a busca contínua da distinção entre o bem e o mal.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 4

Publicado em: 10/05/2012

   

O autor deste escrito, falando sobre o sacerdócio de Jesus, nos apresenta um novo desafio neste capítulo: escutar a voz de Deus, acreditar e esforçar-nos para podermos entrar em um novo descanso, no qual compara com o sábado, o dia do repouso.

Depois nos apresenta a Palavra de Deus, que é viva  e eficaz, e a compara com uma espada de dois gumes que penetra a fronteira da alma e do espírito.

No coração deste escrito, nos mostra Jesus, o Sumo Sacerdote, que penetrou as fronteiras dos céus e que se compadece de nossas fraquezas, já que Ele foi provado em todas as circunstancias da vida humana, menos no pecado.

Ao final, o autor faz um convite, que deve ecoar dentro de cada cristão, a cada instante: 

"Aproximemo-nos então, seguros e confiantes, do trono da Graça para alcançarmos misericórdia e sermos auxiliados no tempo oportuno."

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 3

Publicado em: 09/05/2012

  

Este capítulo desenvolve a tese da fidelidade de Jesus a Deus e da infidelidade dos antepassados.

No passado, aqueles que saíram do Egito e foram conduzidos por Moisés ao deserto para a terra prometida, não creram nas promessas de Deus, mesmo vendo os seus milagres murmuravam, puseram à prova o Senhor Deus e adoraram um bezerro de ouro. Por causa da sua incredulidade não entraram na Terra Prometida e sofreram muito no deserto.

Hoje o Senhor nos ordena: Cuidai para que não haja entre vós um coração incrédulo; que ninguém se afaste do Deus vivo (12). Quantas vezes nos encontramos num deserto interior e murmuramos? Quantas vezes somos postos `a prova e demonstramos uma fé infantil e imatura? Quantos ídolos cultuamos, dinheiro, poder, fama, jogos, corpo? Se rezamos seja feita a tua vontade, por que insistimos para que se cumpra a nossa? Em 1 Cor 13, Ele nos assegura: “Não tendes sido provado além do que é humanamente suportável. Deus é fiel e não permitirá que sejais provados acima de vossas forças.”

Cristo foi fiél e pede que nos mantenhamos firmes até o fim, que conservemos a confiança e altivez da esperança. Ele pede que nos animemos uns aos outros, dia após dia, incessantemente, para que nosso coração não seja endurecido pelo pecado. Que possamos ser para o outro um oásis de amor e ternura em que muitos possam saciar sua sede. Amém!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 2

Publicado em: 08/05/2012

 

Deus falou várias vezes, e de muitas maneiras com a humanidade. Usou anjos e profetas, mas sua mensagem não estava sendo compreendida. Então nos últimos dias, falou através do seu próprio Filho Jesus! 

A carta direcionada ao povo Hebreu fará um grande alerta sobre o pouco caso dos israelitas, ao que Deus queria transmitir. A mensagem será agora feita por seu próprio filho Jesus, que pede compromisso com o que já tinham ouvido. A superioridade de Jesus enfatiza a importância desta mensagem, que Deus confirma por seus sinais e milagres. 

A história nos conta que aqueles que desobedeceram à lei entregue pelos anjos (a Lei de Moisés) foram punidos, e por certo a desobediência da lei proferida por Jesus também não ficará impune (2,2-4).

Para se entender melhor a Jesus e a importância da mensagem que ele nos traz do Pai, na carta é citado o Salmo 8. Nele observamos que o homem foi criado um pouco abaixo dos anjos. Se Jesus é superior aos anjos, por que ele tomou a forma de um homem, que foi feito inferior aos anjos?

O homem sempre precisou de um mediador entre Deus e si mesmo. Jesus é este elo que nos liga ao Pai. Por ter passado por sofrimentos e tentações, como os homens deste mundo, não só se compadecendo, mas nos libertando de toda a opressão do pecado, oferecendo os dons exigidos por Deus é nosso misericordioso e fiel Sumo Sacerdote.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Hebreus, Capítulo 1

Publicado em: 07/05/2012

Diferente das outras cartas atribuídas a São Paulo, esta parece uma homilia apresentando o Filho de Deus.

Mostra que O Filho é o criador junto com o Pai e herdeiro de todas as coisas (v.2). Ele é o resplendor da glória do Pai, a expressão do seu ser. Ele sustenta o universo com a sua palavra poderosa (v.3ª).
 
De maneira breve e solene mostra que Deus sempre se comunicou com seu povo através dos profetas, mas nessa etapa final da história, Deus envia seu Filho para nos mostrar a sua vontade e a salvação do seu povo.
 
A partir do v.5 desenvolve o tema do messianismo do Filho sem mencionar seu nome, apresentando-O como Filho muito superior aos anjos.
 
E no último versículo nos mostra que os anjos destinados por Deus estão à serviço de todos aqueles que herdarão a salvação.
 
Em síntese aplicou a Jesus Cristo privilégios que no antigo testamento são atribuídos somente a Yhwh (Javé). 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 13

Publicado em: 06/05/2012

Ao final da carta aos coríntios, Paulo trata de uma nova viagem à comunidade, a terceira, em um tom um tanto ameaçador, já que pela aplicação da lei das testemunhas, na terceira vez vence o prazo ou não haverá perdão.

Paulo exalta a vida de Jesus, que sofreu enquanto homem fraco, mas, que ressuscitou pelo poder de Deus, retornando a constante da teologia e espiritualidade do apóstolo; o mistério pascal de morte e ressurreição, consumada por Cristo Jesus.

E, diante disso, os coríntios reconhecem o poder de Cristo, provavelmente nos sinais e prodígios realizados em seu nome. Contudo, o apóstolo percebe que a comunidade vê fraqueza em sua fala, e, portanto, se vê impelido a fazer uma demonstração do poder de governo que recebeu, de sua aparente fraqueza, como também de que todo este seu poder está submetido ao serviço do evangelho. 
 
Interessante notar que o apóstolo se dispõe a realizar um julgamento segundo a lei judaica, mas, antes, lhes oferece a possibilidade de evitá-lo mediante exame de consciência e opção pela própria conversão. Assim, cada um será seu próprio juiz e o critério de julgamento será a presença ativa e experimentada de Cristo em suas vidas. De qualquer forma, o poder de Paulo é pela construção do reino de Deus e não destruição da comunidade.
 
Com a leitura deste capítulo, temos a oportunidade de realizar o mesmo exame de consciência que Paulo sugeriu aos coríntios, refletindo sobre a presença real, saboreada e testada de Jesus Cristo em nossas vidas e em nosso coração.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 12

Publicado em: 05/05/2012

 

Como São Paulo, temos que lutar contra o orgulho, pois nada somos, Cristo é tudo em nós.

No versículo 9 diz: “Mas o Senhor disse-me: “Basta-te a minha graça; pois é na fraqueza que a força se realiza plenamente”. Por isso, de bom grado, me gloriarei das minhas fraquezas, para que a força de Cristo habite em mim;”

Quando reconhecemos nossas limitações o Senhor vem em nosso socorro e diz que tudo o que precisamos é da graça da presença Dele em nossas vidas. Minha graça de basta! Que possamos afirmar isso para nós ao ponto de sabermos que estar diante da presença do Senhor é tudo! E nos momentos, como diz no versículo 10: “nas fraquezas, nos insultos, nas dificuldades, nas perseguições e nas angústias por causa de Cristo. Pois, quando estou fraco, então é que sou forte.” Nesses momentos, tenhamos a convicção que quando minha fraqueza é intensa o Senhor é forte em nós!

Vivamos esta experiência, nas fraquezas façamos orações ao Senhor dizendo várias vezes, quando estou fraco o Senhor é forte em mim! 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 11

Publicado em: 04/05/2012

Neste capítulo, podemos observar um pouco do amor apaixonado de São Paulo pela comunidade de Corinto. Amor esse que faz com que o apóstolo tenha um zelo excessivo pelos fiéis, que podem ser confundidos por falsos mestres: Esses tais são falsos apóstolos, operários fraudulentos, disfarçados em apóstolos de Cristo. E não é de admirar, pois o próprio Satanás se disfarça em anjo de luz. Portanto, não é de estranhar que também os seus servos se disfarcem em servos de justiça. O fim deles será conforme as suas obras (vers. 10 a 13).
 
Em nossas comunidades, é preciso que tenhamos um cuidado redobrado. Primeiro, para não deixar que pessoas em cargos de liderança desviem o rebanho. Segundo, para não sermos nós os destinatários destas pesadas palavras, pois nosso comportamento precisa ser compatível com o Senhor espera de nós: autenticidade no apostolado e verdade nas nossas ações.
 
Esse apostolado verdadeiro se prova nas dificuldades para o anúncio do Evangelho: trabalho, cansaço, sofrimentos, humilhações, abandono e solidão (vers. 23 a 27).
 
Para aplicar isso na nossa vida, reflitamos como está o nosso papel de liderança na comunidade que participamos. Se, de fato, participamos ativamente da nossa comunidade, todos nós somos líderes, de alguma forma. E se essa liderança está sendo com várias dificuldades, demos graças ao Senhor, que nos tira da nossa zona de conforto espiritual e apostólica.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 10

Publicado em: 03/05/2012

Neste capítulo, Paulo volta à defesa do seu apostolado em contraste com as alegações dos falsos apóstolos que induziram os coríntios ao erro.

Paulo falou sobre a humildade que possuía como pessoa, e também da ousadia com a qual escrevia suas cartas. Esse tempero, entre o ser humilde e firme, só pode ser alcançado com a graça do Espírito, ao qual Paulo era íntimo amigo. A mesma intimidade que devemos ter para com Ele.
 
Em vários momentos, Paulo fala sobre a batalha vivida pelos servos de Deus. Também nós devemos nos apossar destas orientações para não sermos ludibriados pelo inimigo.
 
Paulo fala sobre sua autoridade, recebida por Cristo para a edificação dos homens. Aquele que edifica, não edifica a si,mas a outros. Assim devemos proceder como filhos que recebem do Pai esse dom.
 
Apesar da oposição de alguns, Paulo demonstra conhecimento sobre a responsabilidade que Deus lhe deu. Por isso, não compara seu trabalho com o de ninguém e, independente de afrontas, segue em sua missão. Somente segue em frente, quem possui objetivo. Que estejamos conscientes de nossas responsabilidades, para que alcancemos os objetivos dados por Deus a cada um, e que nada nos impeça de alcançá-los. Amém.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 9

Publicado em: 02/05/2012

 “A coleta para Jerusalém II”, como diz o título, é continuação da “A coleta para Jerusalém I”.

Como na primeira, a segunda continua a nos mostrar e reforça ainda mais que é nosso dever, e até mesmo obrigação de participar no trabalho dos Santos (hoje, pessoas, entidades ou mesmo a Igreja). Esta participação pode se entender por trabalhos voluntários (leigos engajados), e também pela participação material (dinheiro/recursos). “Com efeito, esta ajuda comunitária não só provê às necessidades dos santos, mas também faz com que se multipliquem as ações de graças a Deus.(12)
 
Todos nós somos chamados por Deus a participar, pois Ele mesmo nos diz: “Aquele que dá a semente ao semeador e lhe dará o pão como alimento, ele mesmo multiplicará as vossas sementes e aumentará os frutos da vossa justiça”.(10)
 
Apreciando a validade desta ajuda, eles (os santos) glorificarão a Deus por vossa obediência na profissão do evangelho de Cristo e pela generosidade da vossa partilha com eles e com todos.
(13). Por tudo isso façamos nossa oferta e nossa trabalho com liberalidade e amor, com a certeza de que contribuímos para a obra de Deus, para nossa salvação e a salvação de todos, como diz a Palavra: Deus ama quem dá com alegria.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Coríntios, Capítulo 8

Publicado em: 01/05/2012

 

A Igreja em Jerusalém precisava de recursos.

Em suas viagens Paulo, estimulava e incentivada à prática da generosidade dos irmãos para com a Igreja necessitada. Mesmo longe, não deixa o desânimo ou o esquecimento enfraquecerem esta obra de comunhão. Neste capítulo reforça com ensinamentos, instruções e exemplos o verdadeiro amor entre irmãos em Cristo. Os que tinham condições financeiras ajudavam outros que necessitavam de assistência.

Um bom exemplo eram as igrejas da Macedônia que apesar dos seus próprios problemas, são fiéis à assistência aos santos, muito além de suas capacidades. Outro exemplo o de Jesus, que deixou a riqueza dos céus e se fez pobre por causa do seu amor para conosco. 
 
Paulo não espera que ninguém dê acima das suas condições ou fiquem sobrecarregados enquanto outros são aliviados. Ele procura igualdade entre eles. Que sejam ricos ou pobres, mas que não haja a necessidade de alguém passar fome enquanto outros vivam com abundância.
 
Preocupado com a guarda e o controle da grande quantia de dinheiro que esperava juntar em Corinto, Paulo antes de sua chegada, envia três irmãos para ajudarem na preparação da coleta. Esses três são: Tito (8,16), um irmão escolhido pelas igrejas (8,18), e mais um irmão de confiança (8,22).
 
Vamos refletir sobre a generosidade que praticamos hoje. Será que estamos em comunhão com nossos irmãos necessitados?

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:

Antes de conferir a reflexão, faça a leitura do texto bíblico 

Área pessoal




Esqueceu sua senha? Recupere aqui.
Ainda não tem Cadastro? Cadastre-se aqui.





Leituras

Livro - A Bíblia no meu dia-a-dia

Cronograma

Cronogramas


Escolha um livro




Arquivo

 

Total de visualizações de página:

5.940.684


Desenvolvido e Hospedado por Cedilha Comunicação Digital Realização Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora Paróquia Sant'Ana