Bíblia Diária - Para uma leitura diária e frutuosa da Palavra de Deus!
Clique aqui para criar a sua área pessoal

Leitura do dia:
Daniel, Capítulo 4

Publicado em: 31/08/2014

 

A arrogância e o amor desordenado de si próprio levam-nos a uma situação de nos colocarmos, acima de Deus em nossas vidas. Colocamos nossa fé em nossas capacidades, títulos ou posição social. Não é raro acontecer que acometidos por alguma enfermidade, nos reconhecemos frágeis necessitados da misericórdia divina. Claro que não é Deus quem produz o sofrimento, a dor e a doença, mas, elas são vias que acabam dando a nós, clareza de quem somos e quem é Deus em nossas vidas. Assim também foi com o rei Nabucodonosor. Senhor que eu possa reconhecer o seu tudo e o meu nada, que eu ordene minha vida a Ti, que eu viva para Ti, na saúde e na doença, na alegria e na tristeza. Amém!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Daniel, Capítulo 3

Publicado em: 30/08/2014

 

Neste capítulo do livro de Daniel vemos a fidelidade de 3 jovens: Sidrac, Misac e Abdênago. Diante do decreto baixado pelo rei Nabucodonosor que ao som das trombetas e outros instrumentos musicais o povo deveria prostrar-se diante da estátua de ouro que ele mandou fazer, esses jovens se recusaram a adorar e prostrar-se a outro Deus que não fosse o que eles acreditavam. 

Não tiveram medo da fornalha ardente e tinham certeza de que Deus viria em socorro deles, o que de fato aconteceu!

Esta passagem deve nos levar a um questionamento profundo de como anda a nossa fé e a nossa fidelidade a Deus. Será que diante da primeira dificuldade abandonamos a nossa religião? Meditemos sobre isso!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Daniel, Capítulo 2

Publicado em: 29/08/2014

Neste capítulo o autor confronta o poderio humano com a sabedoria de Deus.

Ao pedido desmedido do rei fracassam os argumentos dos magos, advinhos e astrólogos (2) – cuja função primordial era a de desvendar sonhos – e são acreditadas as palavras proferidas por Daniel, fruto da revelação e interpretação do próprio Deus (29-45)

No sonho do rei está demonstrada a fragilidade dos reinos que se sucedem e a visão da estátua é a imagem da fortaleza e da riqueza destes reinos, que cairão por terra diante do poder do “Deus do céu que fará surgir um império que nunca há de ser destruído” (44)

A brevidade e a lucidez da descrição de Daniel – um judeu exilado na Babilônia – convencem o rei, ele reconhece o Deus dos judeus e declara: “O vosso Deus é de fato o Deus dos deuses!...” (47a)

Nos dias atuais temos, para alimentação e fortalecimento de nossa fé, o exemplo da vida, morte e ressurreição de Jesus, como a revelação mais completa e perfeita de Deus. Precisamos contemplá-la e segui-la para que em nós se cumpra a vontade do Pai.

 

 

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Daniel, Capítulo 1

Publicado em: 28/08/2014

 

Um dos episódios marcantes da História do povo de Deus foi o exílio da Babilônia, quando os judeus foram, assíduamente, forçados a renegar sua religião e seus costumes para adotar os hábitos pagãos e a idolatria ao rei. O livro de Daniel pretende estimular a persistência dos judeus para que mantenham sua identidade religiosa e cultural.

Os primeiros capítulos narram a resistência de Daniel e de seus companheiros diante do poder e da opressão de seus dominadores e as ações concretas de Deus em benefício de seus fiéis seguidores. No capítulo 1, por exemplo, está descrita a ordem sobre a alimentação diária que contraria as regras alimentares contidas nas leis judaicas; Daniel “negocia” a abstenção desses alimentos para si e seus companheiros, e Deus os torna mais saudáveis do que os demais.

Hoje a mídia quer nos impor costumes e crenças que não estão em conformidade com a Palavra de Deus. Cabe aos cristãos discernir sobre o que deve ser acolhido. Na Revelação de Deus através de Sua Palavra estão todas as orientações que precisamos para vivermos de acordo com a nossa fé. Basta ler, meditar e aplicar seus ensinamentos. Deus é o mesmo, ontem, hoje e sempre (Hb 13,8), por isso, também nos libertará do mal.

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Baruc, Capítulo 6

Publicado em: 27/08/2014

 

 

Esta Carta teria sido um escrito de Jeremias, destinado aos exilados babilônicos, cujo tema é a idolatria. Nesta carta, o povo é advertido ao não render graças aos deuses de prata, ouro e madeira, porque estes não podem salvar ninguém da morte, nem livrar o fraco do poderoso, não podem dar vista ao cego, nem compadecer-se da viúva e do órfão. Ainda hoje, vivemos sob o julgo da idolatria, ele só mudou de rosto, e recebe nomes mais sofisticados, ocultando a veracidade de nossas misérias humanas. Que possamos refletir acerca do sentido de nossas vidas e nossas escolhas, para que enfim possamos dizer  “É só a Ti, Senhor, que devemos adorar!” (v.5)

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Baruc, Capítulo 5

Publicado em: 26/08/2014

 

É um momento de grande alegria, mas o povo não percebia! Baruc levanta a voz para convocar a todos, usando palavras de otimismo e entusiasmo a fim de que o coração deles, que estava destruído depois de tantas catástrofes, se prepare para momentos de grande glória. Essa vitória da justiça concedida por Deus precisava ser celebrada, e a vida precisava ser retomada. Jerusalém é convidada a parar de chorar, a deixar a veste luto, veste de saco, veste esfarrapada para revestir-se de trajes de glória e colocar na cabeça um diadema de ouro. Baruc faz o povo perceber que é preciso reagir e apreciar o espetáculo que faz a mão doSenhor,  que ordena que se abaixassem todos os altos montes e as colinas externas e se encham  os  vales  para  aplainar  a  terra,  facilitando  a  caminhada  do  povo  de  Israel,  com segurança e sob a glória de Deus. Nossos momentos  de alegria  e  de vitória  também precisam ser  celebrados,  muitas  vezes recebemos graças de Deus, mas nos perdemos em meio às lamúrias, vivendo do passado não vislumbramos a esperança do futuro

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Baruc, Capítulo 4

Publicado em: 25/08/2014

 

 

O oráculo de consolo e da salvação vem em seguida ao reconhecimento e confissão do pecado.

"Volta atrás, o Jacó, e abraça esta Lei, caminha para a claridade à luz que dela vem.

Não dês a outro a tua glória nem entregues tua vantagem a gente estranha."(vv.2 e 3)

A relaçao de Deus com seu povo e a imagem de uma família: Deus é Pai, Jerusalém é a esposa e 

mãe escolhida, o povo escolhido comparado aos filhos que erra e é educado pedagogicamente no contexto

da época. É assim que Deus nos vê, como seus filhos, e não como um Deus distante.

 

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Baruc, Capítulo 3

Publicado em: 24/08/2014

 

Os versículos de 1-8 deste capítulo finalizam a oração iniciada em 2, 20-35: Israel confessa seus pecados, reconhece o pecado de seus antepassados  e pede perdão. “Senhor todo-poderoso, Deus de Israel, quem clama por ti é uma alma angustiada, um espírito aflito.” (3,1) Impossível não lembrar o Salmo 51 (50), quando Davi prostra-se diante de Deus, apresenta-se arrependido e clama pela Sua misericórdia.  A partir do versículo 3,9 até 4,4 encontramos uma profunda meditação sobre a sabedoria. O que é? onde está? Quem a detém... os poderosos?... aqueles que acumulam riquezas?... os governantes das nações?... O texto propunha-se a levar o povo (e também nós) a meditar sobre seus fracassos e a reconhecer que eles foram frutos do afastamento de Deus, fonte de sabedoria.

 Diz o Senhor: “Se você tivesse andado nos caminhos de Deus, teria sempre vivido em paz. Aprende agora onde está a prudência, a força e a inteligência, para compreender onde está a vida longa, onde está a luz dos olhos e a paz.” (3, 13-14)

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Baruc, Capítulo 2

Publicado em: 23/08/2014

 

Baruc continua sua oração de súplica e intercessão pelo povo de Israel. Ciente dos pecados do povo e das suas consequências, ele não reluta em assumir os próprios erros (versículo 12): “Nós pecamos, não guardamos respeito, praticamos a injustiça, ó Senhor, nosso Deus,contra todos os teus mandamentos;.”Mas insiste na sua oração, pois confia plenamente em Deus (versículos 14 a 16): “Ouve,  Senhor,  a  nossa  prece e a  nossa  súplica,  libertando-nos  por  causa da tua honra. Faz com que ganhemos o favor daqueles que nos exilaram, a fim de que a terra fique sabendo que tu és o Senhor nosso Deus, pois o teu nome foi invocado sobre Israel e seus descendentes.  Senhor,  do alto de tua santa morada, olha para nós.  Inclina,  Senhor,  o teu ouvido e escuta. ”Sigamos o exemplo e as palavras de Baruc. Por meio da oração, assumamos nossa condição pecadora, mas também a eleição de Deus, pois, assim como Ele escolheu o povo de Israel,  também nos escolheu. E que nossa oração não seja somente de palavras,  mas de atitudes concretas de conversão.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Baruc, Capítulo 1

Publicado em: 22/08/2014

 

 

Começamos hoje o livro de Baruc, um dos profetas do exílio babilônico do povo deIsrael. A data da sua composição é por volta do século I a.C. É um dos livros deuterocanônicos ausentes na bíblia hebraica.Apesar de ser apresentado como tal e possuir o mesmo nome, não se sabe ao certo setenha sido mesmo escrito pelo prestigioso escriba que prestou serviço ao profeta Jeremias. É preciso lembrar que este tipo de auto-apresentação faz parte do gênero literário: além de situar o  livro  no  âmbito  das  Escrituras,  lembra  o  leitor  da  conexão entre  os  fatos  narrados  e  o contexto da vida de Jeremias e a destruição do Templo. Nesta época em que vivemos, com uma necessidade cada vez maior de conversão pela perda da consciência do pecado, Baruc tem muito a nos ensinar,  como nos falam os versículos 17 e 18: “Nós pecamos contra o Senhor, desobedecemos,  não demos atenção à voz do Senhor nosso Deus, de maneira a caminhar de acordo com os mandamentos que ele nos pôs bem diante dos nossos olhos.”

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 15

Publicado em: 21/08/2014

 

Nicanor com toda sua presunção e contrariando certas orientações resolve atacar os homens de Judas que estavam em determinado lugar da Samaria. Judas o Macabeu confiava plenamente na ajuda do Senhor, portanto, transmitiu aos seus soldados muita esperança e fé como descrito pelo autor neste capítulo no versículo onze, “Tendo armado cada um dos seus soldados, não tanto com a segurança dos escudos e das lanças, mas principalmente com o conforto das boas palavras, Judas ainda lhes contou um sonho digno de fé, que alegrou extremamente a todos” (11).

Encorajados pelas palavras de Judas e ao fato de sua cidade e o templo estarem correndo perigo, decidiram combater as tropas de Nicanor que estavam avançando. “Os homens de Judas, por sua vez, os enfrentaram com invocações e preces” (26). E, assim ao termino do combate perceberam que Nicanor estava morto. 

Retornando a Jerusalém convocaram os cidadãos e sacerdotes para glorificar ao Senhor: “Todos, então, voltados para o céu, assim bendisseram o Senhor, que se tornara manifesto ao seu povo: ‘ Bendito seja Aquele que preservou da contaminação o seu lugar santo! ’” (34). 

Neste segundo livro dos Macabeus, percebe-se que não tratar de uma continuação do primeiro, pois termina antes da morte de Judas. Os acontecimentos são explicados pelo autor como consequência da vontade de Deus, tal como as vitórias de Judas que são para ele indícios da complacência divina. 

Entende-se, portanto, neste capítulo que a oração e a fé em Deus possuem o poder de realizar maravilhas em nossas vidadas, transmitir bênçãos e a justiça divina em nossa caminhada.

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 14

Publicado em: 20/08/2014

 ,

Aqui novamente vemos os interesses pessoais acima dos interesses de um povo, não fazendo conta da paz e união de todos.

Alcimo, outrora sumo-sacerdote, querendo recuperar seu posto e prestígio, instiga Demétrio que manda Nicanor e poderoso exército para atacar Judas e seu povo. Nicanor sabendo da valentia de Judas e de seu exército sela um acordo sincero de paz, tendo inclusive se juntado ao povo e ali fazendo morada.  

Alcimo, porém instiga novamente ao rei, que manda Nicanor prender Judas. Sem alternativa Nicanor escolhe obedecer a ordem do rei, a seguir com sua honradez pessoal. Neste ponto aparece o ancião Razis que também perseguido prefere o martírio a se entregar a Nicanor.

O Martírio de Razis podemos entender como o martírio ao Deus da vida e à vida do povo, assumido e oferecido com todas as consequências. A respeito disso disse D.Casaldáliga: “Cremos que enquanto houver martírio haverá credibilidade, enquanto houver martírio haverá esperança, enquanto houver martírio haverá conversão. O grão de trigo morrendo se multiplica”.

O martírio não representa necessariamente morrer fisicamente, mas dar a vida na busca da paz, do amor e no seguimento de Cristo nosso Senhor!!!! 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 13

Publicado em: 19/08/2014

As tropas de Antíoco V e de Lísias marchavam contra a Judeia. Menelau juntou-se a eles apenas para obter poder, ele queria ser o sumo sacerdote. Suas intenções foram descobertas e o rei mandou matá-lo, lançando-o as cinzas.

Antíoco estava sendo implacável, e causava muito sofrimento ao povo, então Ju¬das man¬dou convocar a todos para a oração. Eles invocaram e suplicavam ao Senhor, noite e dia, implorando por socorro, e todos juntos entre lágrimas e jejuns, pros¬travam-se por terra. 

Abastecidos e fortalecidos pelas orações, recebem de Judas a ordem para permanecerem de prontidão para lutar até a morte. O aviso seria dado por uma senha - “Vitória de Deus”. A batalha decisiva tem início a noite, quando as tropas do rei estavam descansando. Eles obtiveram a vitoria conforme pediram a Deus, e Antíoco não teve escolha a não ser propor a paz aos judeus.

As mesmas promessas são repetidas por Jesus e relatadas por Mateus no capítulo 18, verso 19, quando orarmos comunitariamente, para pedir ao Pai, ele nos atenderá.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 12

Publicado em: 18/08/2014

 

Mesmo com o acordo, é preciso estar atento, pois a aparente tranquilidade deu lugar, àquela época, a um ataque inesperado. Esses versos 1 até 15 nos ensinam que contra o mal devemos estar sempre vigilantes. O mal, atualmente, significa o pecado, aquilo que nos afasta de Deus, por isso devemos estar atentos: para evitar e afastar o pecado.

O texto segue narrando que Judas amplia seu território, ao marchar para o leste.

E nos versículos 15 e 16 vemos uma questão considerável, sobre a qual nos compete meditar: até que ponto as ações do homem são confirmadas por nosso Senhor? Ora, Judas invoca a “vontade” de Deus e realiza grande matança. Mas após a Paixão de Jesus Cristo, que fez entre os homens e Deus uma Nova Aliança, seria realmente lícito dizer que nossas ações desprovidas de amor fraterno são confirmadas por Ele?

O capítulo narra ainda outras expedições entabuladas por Judas, até que ao final, vislumbramos pela primeira vez menção à morte de judeus em combate (versos 32-45). Àquela época, os judeus que morreram combatendo foram considerados fieis e dignos de ressurreição.

Atualmente, para que sejamos dignos das promessas de Cristo, o Cordeiro imolado, basta que combatamos o pecado e sigamos o Novo Mandamento por Ele deixado: “amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros” (Jo 13,34).

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 11

Publicado em: 17/08/2014

 

Lísias em sua prepotência desprezou o Senhor se agarrando a seguranças humanas. Muitas vezes somos tentados a fazermos o mesmo, abandonar o Senhor e buscar refúgio em nossas forças, em nossas capacidades. Quantos de nós se atemorizam pelas notícias de guerra, de catástrofes naturais, pela bolsa de valores que se tornou instável. Esquecemos a muito da presença providencial do Senhor, que Ele está no meio de nós, que não nos abandona a própria sorte, mas caminha conosco.

Façamos como os companheiros do Macabeu, peçamos ao Senhor auxílio do Céu, coloquemo-nos diante Dele que tudo pode, o nosso impossível, a nossa luta, as nossas aflições e derrotas. Esperemos Nele e Ele agirá.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 10

Publicado em: 16/08/2014

 

Os Macabeus com seus companheiros, guiados pelo Senhor, reconquistaram o Templo e a cidade de Jerusalém.

Depois de purificar o Santuário construíram novo altar para os holocaustos. Em seguida se prostraram por terra e suplicaram ao Senhor que nunca mais os deixassem cair em tais desgraças. Caso voltassem a pecar que não fossem entregues nas mãos dos bárbaros e blasfemadores.

Depois de lutarem novamente em guerra contra os malfeitores, mataram Timóteo e depois de tudo isso, com hinos de graças louvaram ao Senhor por ter feito benefícios em favor de Israel e lhes concedido a vitória.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 9

Publicado em: 15/08/2014

 

Diz o ditado popular:  “A  justiça de Deus tarda mas não falha”.

Depois de tantas torturas e sofrimentos impostos aos judeus, o opressor Antíoco Epífanes – personificando todos os orgulhosos que acreditam ter o poder de Deus – cai em desgraça. 

O texto sugere que todo mal feito a outros acaba retornando à própria pessoa.

Deus, que não abandona seu povo e age quando Lhe aprouver, castiga Antíoco com uma doença terrível. Do sofrimento intenso brota, finalmente, no opressor, o reconhecimento da supremacia de Deus, as promessas (bem contrárias às suas atitudes anteriores) e as súplicas pela acolhida ao filho que será seu sucessor... mas é tarde demais – o eco dos atos praticados ainda ressoava no ar.

A leitura deste livro de Macabeus é dura e pertubadora, mas dela podemos extrair as lições sobre a maldade existente e a força que precisamos ter para enfrentá-la. Os macabeus testemunharam que a fé, a confiança total em Deus e a luta pela sobrevivência do povo devem ser defendidas até a morte se for preciso. 

Como está a nossa fé diante das provações e das tristezas que nos acometem? E a nossa confiança na misericórdia, no amor de Deus e na certeza de que a vitória final é Dele?

Estamos contribuindo para a construção do projeto de Deus: “...que todos tenham vida e vida abundante.” (Jo 10,10) através de ações concretas junto aos doentes, aos pobres, aos famintos...?

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 8

Publicado em: 14/08/2014

 

Assim como no primeiro livro dos Macabeus, temos aqui a descrição das façanhas de Judas Macabeu e seus irmãos em nome do Senhor.

Sabendo-se devedores de Deus pelos pecados cometidos pelo povo, clamam a Deus pelo seu socorro antes de iniciar uma batalha decisiva. E o mais impressionante é a resposta providente de Deus, que transforma sua ira em misericórdia (conforme versículo 5) e dá a vitória ao povo eleito.

Como mensagem para nós hoje, ficam as palavras de confiança em Deus. Depois da vinda de Jesus, não são mais pessoas os nossos inimigos, mas principalmente nossos pecados e o inimigo de Deus que quer corromper a nossa alma e fazer com que percamos a Salvação. Digamos como Judas Macabeu (versículo 18):

"Os inimigos confiam nas armas e nos seus atos de bravura. Nós, porém, confiamos no Deus Todo-poderoso. Ele, com um simples gesto, é capaz de derrubar nossos inimigos e até o mundo inteiro".

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 7

Publicado em: 13/08/2014

 

Neste capítulo presenciamos uma atrocidade terrível cometida contra uma família. Foram mortos e torturados sete irmãos e sua mãe por defender sua fé. A confiança em Deus foi o baluarte que fez com que a família permanecesse fiel aos preceitos do Senhor.

Aqui, somos convidados a refletir sobre a nossa fé e nossa fidelidade aos planos de Deus. Até onde vai a nossa confiança em Deus? Estamos dispostos a dar a vida pelo que cremos, por nossos irmãos, em defesa da vida e da justiça? Somos evangelizadores, com a Bíblia nas mãos e pés na estrada ou nos consumimos nas vãs teorias filosóficas e nos omitimos diante dos pequeninos? Pensemos...

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 6

Publicado em: 12/08/2014

 

Nossa história de fé está repleta de homens e mulheres que com coragem mantiveram-se firmes nos preceitos do Senhor. Eleazar foi um deles. Zeloso das coisas de Deus, preocupado e muito responsável pela continuidade dos costumes religiosos que praticava, se deixa espontaneamente conduzir para o suplício e morte.

Para não ser um testemunho contrário aos jovens, ele se negou a encenar uma farsa para convencer seu povo a assumir os deuses, os costumes e a religião imposta pelos gregos. Ele deveria comer uma carne de animal puro, mas deixaria que o povo pensasse ser carne de animal impuro. 

Quantos mártires como ele defenderam com a própria vida a nossa fé? Lembremos do Padre Romero que foi assassinado durante a missa na hora da consagração.

Senhor, defenda e proteja as pessoas que ainda hoje, como Eleazar, estão sendo martirizados porque acreditam em ti. Faça-nos propagadores da fé que recebemos de nossos antepassados e ajuda-nos a mostrar a todos o seu grande amor por nós.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 5

Publicado em: 11/08/2014

 

A segunda campanha de Antíoco IV mostra uma etapa de maldade. Jasão e Menelau,

judeus renegados, são protagonistas desta junto com o rei Antíoco.

O relato da aparição de um exército celeste, como recurso literário, faziam o povo

crer que isso fosse um bom agouro (v.4).

Jasão após espalhar a maldade sobre seus próprios compatriotas, pereceu miseravelmente

e morreu recebendo como judeu um dos piores castigos, não ter uma sepultura.

Após estes fatos Antíoco concluiu que a Judéia estivesse abandonando a aliança (v.11)

ordenando uma grande matança e penetrando, profanado e saqueando o Templo.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 4

Publicado em: 10/08/2014

 

O afastamento das tradições e da cultura e a busca por distrações e prazeres, foram à causa da decadência daquela comunidade. Vejamos o versículo 15; “Ninguém ligava mais para as tradições nacionais e achavam muito mais importantes as glórias gregas.” Podemos até fazer uma breve comparação com o nosso tempo atual, pois, a cultura ocidental que foi forjada pelo cristianismo, parece estar se desfragmentando. Estamos vendo diante dos nossos olhos o abandono da fé a subversão dos costumes, leis que favorecem grupos e fere outros. Estamos diante de um dos maiores desafios para o cristianismo, refazermos a cultura cristã no ocidente. Creio que isso é o mais urgente, porque o que vemos no oriente, os cristãos sendo mortos, pode com o tempo chegar também a nós, ai será tarde qualquer reação. Assim como no tempo dos Macabeus devemos permanecer fieis a Deus e a suas leis.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 3

Publicado em: 09/08/2014

 

Você deve agradecer muito ao sumo sacerdote Onias, porque é em consideração a ele que o  Senhor lhe concede a vida.” Versículo 33.  Diante de um ato de afronta ao santuário e ao próprio Deus, o sumo sacerdote nos mostra o poder da intercessão, com certeza a Igreja militante, que somos nós, se comunica através das orações com a Igreja triunfante que está no céu. Devemos rezar uns pelos outros, quantas pessoas sofrem a nossa volta e muitas vezes não fazemos o mais importante, pedir a Deus por aquela pessoa, colocando-a no colo do Senhor, pedindo que ela aceite o Senhor em sua vida. Por natureza os sacerdotes são intercessores do povo a Deus, eles devem oferecer sacrifícios e orações em favor do povo. Através do sacramento da confissão o sacerdote nos reconcilia com Deus, nos colocando novamente em estado de graça. Peçamos ao Senhor este dom do sacerdócio em nossa casa, intercedendo por todos que convive conosco.

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 2

Publicado em: 08/08/2014

 

Neste trecho da Palavra, o autor retoma pessoas, temas e fatos importantes da história de Israel: a Lei, os Mandamentos, a Tenda, a Arca da Aliança, os Holocaustos, o Altar, Moisés, Jeremias, Davi, Salomão. Resume a história até chegar ao momento atual da história dos macabeus.

Para nós, é importante ler este capítulo com um olho no Antigo Testamento e outro no Novo Testamento. Em Jesus, nova e eterna Aliança de Deus com o homem, a história de Israel e a história da própria humanidade se complementam. Ele não despreza a Antiga Aliança, mas lhe dá novo sentido.

Olhando para Jesus, se concretizam os versículos 17 e 18 deste capítulo:

Deus é quem salva todo o seu povo e dá a todos a herança, o reino, o sacerdócio e a santificação, como ele mesmo prometeu através da Lei. Por isso, esperamos que Deus em breve tenha misericórdia de nós e nos reúna, de todas as partes da terra, no lugar santo. Ele nos livrou dos maiores males e purificou o lugar santo.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
II Macabeus, Capítulo 1

Publicado em: 07/08/2014

Neste segundo livro dos Macabeus o autor inicia com duas cartas que foram escritas pelos judeus de Jerusalém e enviadas aos judeus do Egito, a primeira é sobre a festa da Dedicação e a segunda sobre a morte de Antíoco e fogo do templo.

A primeira carta narra tribulações sofridas por essa nação no período do reinado de Demétrio conforme descrito no versículo 7, “Durante o reinado de Demétrio, no ano cento e sessenta e nove, nós, judeus, vos escrevemos no meio de tribulação e violência que irrompeu sobre nós nestes anos, [...]” . Também se destaca a fé dessa nação, pois superaram todas essas dificuldades através da oração, “[...] Mas nós oramos ao Senhor e fomos atendidos. [...]” (8). A finalização da carta acontece através do convite aos judeus do Egito para que na festa das Tendas celebrem a memória da Dedicação do templo.

A segunda carta descreve a morte violenta de Antíoco no templo de Nanéia, pois tinha a intenção de apoderar-se das riquezas, “Tendo os sacerdotes de Nanéia exposto essas riquezas, ele entrou, com poucos companheiros, para dentro do santuário. Foi quando os sacerdotes fecharam o templo, mal entrara Antíoco” (15). Também descreve o episodio do fogo do templo, que podemos entender ser a descoberta por parte dessa nação de um liquido que pega fogo, ou seja, petróleo. “Como nos contaram, eles não encontraram o fogo, mas uma agua espessa. Neemias mandou que os sacerdotes aspergissem, com aquela agua, a lenha e o que estava sobre ela.” (21). 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Macabeus, Capítulo 16

Publicado em: 06/08/2014

 

Simão já velho passa para seus dois filhos João e Judas, a missão de continuar a luta do povo de Deus. Passa diante deles agora Cendebeu e seu exército, mas é vencido com a benção de Deus. João vence as batalhas contra os inimigos do povo de Deus, mas não consegue vencer as batalhas que se iniciam dentre da grande família, onde muitos foram buscando riquezas e poder. Atraidos por Abubo, pai de Ptolomeu, para um grande banquete Simão e seus filhos Matatias e Judas são mortos. João avisado do ocorrido que Ptolomeu mandará homens para mata-lo também, exterminou todos eles.

Na batalha que João travou contra Cendebeu, o momento chave: “percebendo que eles (os homens/guerreiros) temiam passar a torrente, atravessou-a por primeiro”. (6)  Nos momentos de dúvida e receio é preciso mostra nossa fé, confiar na proteção divina, pois tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus. (Rm 8,28)

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Macabeus, Capítulo 15

Publicado em: 05/08/2014

 

Simão recebe uma carta de Antíoco VII da Síria, que o reconhece sumo sacerdote e confirma a isenção fiscal a eles concedida anteriormente. Mas o rei quer que sejam desocupadas as terras que pensa ser de seus antepassados.

Simão também recebe cartas de outros reis que renovam a aliança feita com Roma anteriormente por seu irmão Judas. Roma não ajudaria ou participaria de ataques contra o povo judeu.

Como não foram atendidos os pedidos da carta, o rei manda um emissário Antenóbio para falar pessoalmente com Simão. Ele volta furioso desta conversa e vai ter com o rei, descrevendo o luxo e a imponência que vivia Simão, isto deixa o rei muito contrariado.

 Antíoco, então invade o país e batalhas sangrentas serão iniciadas, nelas muitos morrerão defendendo a terra de seus antepassados.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Macabeus, Capítulo 14

Publicado em: 04/08/2014

 

Nos versículos iniciais deste Capítulo 14 (1-15), Simão é “reconhecido” como o fundador de uma nova Israel. Apesar da ameaça que Trifão continua representando, vemos o relato de um período de prosperidade e paz. Com a finalidade de consolidar a independência da Judéia, Simão procura manter relações diplomáticas com outras nações, conforme podemos ver nos versículos de 16 a 24.

Nos versículos de 25 a 49 vislumbramos a menção a um documento, equiparado a uma lei, que tem como finalidade afastar qualquer dúvida a respeito de que Simão é o chefe dos judeus. 

Por isso, o documento saliente que o poder de Simão emana da vontade popular, e esclarecer outras questões, tais como: (a) Simão não ocupa o poder por determinação ou devido ao consentimento do opressor estrangeiro, pois ele o ocupa por seus próprios méritos; (b) o poder a ele concedido seria transmitido aos seus descendentes, “até que surgisse um profeta legítimo” (verso 41); (c) uma vez que o povo havia, de comum acordo, conferido autoridade a Simão, esta não poderia ser contestada, e ninguém a ela deveria se opor.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Macabeus, Capítulo 13

Publicado em: 03/08/2014

 ,

“Longe de mim, contudo, a ideia de poupar a minha vida, em momento nenhum de tribulação, pois não sou mais do que meus irmãos.” (verso 5). Diante da perseguição o cristão tem dois caminhos o martírio ou a idolatria, os irmãos Macabeus escolheram o primeiro. Existem duas formas de martírio, o martírio de sangue, onde a pessoa dá a vida por amor a Cristo, e o martírio branco ou martírio da paciência.

Ambos são difíceis e precisam de uma decisão radical. Quantos de nós somos perseguidos porque vamos a igreja, na missa e somos perseguidos muitas vezes pelos nossos pais, esposo, esposa e filhos.

Para os Macabeus o que realmente valia era a Vida, vida com V maiúsculo, a vida eterna, eles foram até o fim na fidelidade a Deus. Os irmãos Macabeus nos ensinam a colocar Deus acima de tudo e de todos. Peçamos a Deus sabedoria para fazermos bem as nossas escolhas.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Macabeus, Capítulo 12

Publicado em: 02/08/2014

 

Neste capítulo podemos ver que Jonatas cai numa cilada e perde a sua vida. Durante o tempo que guerrearam os macabeus reimpuseram a religião judaica, expandiram as fronteiras de Israel e reduziram no país a influência da cultura helenística.

Hoje vemos tantos países em guerras denominadas “santas”, ferem e matam em nome de Deus! Quanta heresia, quanto pecado!

Possamos nós através das leituras bíblicas aprender e entender que Deus é um só, é um Deus de amor e de unidade.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
I Macabeus, Capítulo 11

Publicado em: 01/08/2014

 

O capítulo descreve a disputa da soberania na região por três rivais: Ptolomeu (rei do Egito), Alexandre Balas e Demétrio II. Jônatas, o irmão mais novo de Judas Macabeu e sumo sacerdote, a exemplo dos irmãos, luta com esses três, pelos ideais da sociedade que se sustenta no projeto de Javé, ora aliando-se a um, ora a outro.

Estas alianças, entretanto – ainda como hoje encontramos nos meios políticos – são vulneráveis e trocam de posição facilmente, conforme os interesses que estão em jogo. Quando os poderosos vêem seu poder ameaçado mostram-se solidários e prometem regalias e soluções para os problemas existentes, mas quando readquirem sua supremacia, não só esquecem as promessas que fizeram, como retornam às suas práticas anteriores.

É triste reconhecer que a luta pelo poder continua, ininterruptamente, ao longo dos anos, gerando guerras e conflitos. Jônatas se deixou seduzir pelo poder e pelo prestígio, assim como, muitos séculos antes, fizera o grande rei Davi. Este arrependeu-se de seu pecado (salmo 50(51)), mas viveu, posteriormente, as consequências deste pecado (2 Sm 11 e seguintes); Jônatas acabou sendo morto por aqueles em quem confiara.

A Bíblia nos mostra com clareza como o poder corrompe e quão poucos são aqueles que resistem à sua influência. Só Deus é confiável. Bem diz o profeta Jeremias: “Maldito o homem que confia em outro homem”(Jr 17, 5)... “Bendito o homem que confia em Javé” (Jr 17, 7)

Agradeçamos a Deus esta lição preciosa, oremos e escutemos as mensagens de Deus que nos são dadas sempre que a solicitamos (Deus fala ao nosso coração, através da Sua Palavra, dos acontecimentos ou através de outras pessoas), e mantenhamo-nos firme em Seus caminhos. Só assim conseguiremos vencer as tentações que nos espreitam continuamente. Amém.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:

Antes de conferir a reflexão, faça a leitura do texto bíblico 

Área pessoal




Esqueceu sua senha? Recupere aqui.
Ainda não tem Cadastro? Cadastre-se aqui.





Leituras

Livro - A Bíblia no meu dia-a-dia

Cronograma

Cronogramas


Escolha um livro




Arquivo

 

Total de visualizações de página:

5.940.697


Desenvolvido e Hospedado por Cedilha Comunicação Digital Realização Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora Paróquia Sant'Ana