Bíblia Diária - Para uma leitura diária e frutuosa da Palavra de Deus!
Clique aqui para criar a sua área pessoal

Leitura do dia:
Isaías, Capítulo 44

Publicado em: 30/09/2013

 

A SOBERANIA DE DEUS, A VAIDADE DOS ÍDOLOS 44 .1-5 Após a censura, o texto volta-se para a promessa da benção(6), Eu sou o primeiro e Eu sou o último, e fora de mim não há Deus.

Deus exige de nós uma adoração integral a Ele, Deus não reparte sua glória com ninguém. Para gozarmos de suas bençãos, devemos o adorar em espírito e verdade, não apenas de lábios mas de coração.

(Jeová) tem uma pergunta, como pode o homem em pode adorar imagem de escultura feita por mãos de homens, isto é negar a supremacia de um Deus verdadeiro.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Isaías, Capítulo 43

Publicado em: 29/09/2013

Trecho muito bonito de Isaías, já no primeiro versículo Ele nos diz; “E agora, eis o que diz o Senhor, aquele que te criou, Jacó, e te formou, Israel: Nada temas, pois eu te resgato, eu te chamo pelo nome, és meu.” Essa palavra é confortadora e ao mesmo tempo confrontadora, “nada temas”, vivemos em um mundo assustado e confuso, pois nos afastamos de Deus e da sua Verdade.

Cada um forja a sua verdade não se dobra e não se esvazia de si mesmo, trazendo cada qual a sua verdade e o seu deus. Muitas vezes rezamos assim, achando que Deus é o nosso garçom ou um simples curandeiro. Falta-nos a coragem de nos entregar a sua vontade, como Jesus no horto das oliveiras, “seja feita a Sua vontade” e não a minha e independente do desenrolar da minha vida, da minha doença, do meu sofrer eu acreditarei sempre na sua palavra que diz; “Se tiveres de atravessar a água, estarei contigo.

E os rios não te submergirão; se caminhares pelo fogo, não te queimarás, e a chama não te consumirá”. A nossa vida é valiosa, mais não é um valor absoluto, pois nossa meta deve ser sempre a Vida com “V” maiúsculo, a eternidade, pois é para lá que iremos, é para lá que fomos criados. E nessa passagem que todos faremos um dia, saibamos que ao atravessar as aguas Ele estará conosco.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Isaías, Capítulo 42

Publicado em: 28/09/2013

 

Deus chama o seu servo para revelar sua justiça vitoriosa. Seu servo escolhido, alegria do seu coração.

Vemos neste capítulo um canto de libertação onde o profeta exalta o Senhor como o libertador, como o herói que vence os adversários, e ao mesmo tempo adverte aqueles que ainda confiam em estátuas e falsos deuses mostrando a eles que mesmo sofrendo a ira do Senhor muitos não compreenderam a grandeza e a existência do verdadeiro Deus.

No mundo de hoje, infelizmente, ainda existem aqueles que apesar de todas as evidências não creem em Deus, não buscam o seu caminho. O que fazer?

Sejamos profetas! Anunciemos o reino de Deus, através de nossas palavras, mas muito mais por nossas ações e exemplos para que cada vez mais pessoas tenham sua experiência pessoal e libertadora com o Senhor.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Isaías, Capítulo 41

Publicado em: 27/09/2013

 

Neste capítulo Deus mostra sua soberania e toma uma decisão que pode parecer estranha: convoca Ciro, um rei pagão que desconhecia as leis de Israel e os costumes de seu povo, para torná-lo instrumento de retorno dos deportados à Jerusalém.  Muitas vezes podemos estranhar as decisões de Deus, mas devemos estar convictos que será a melhor das decisões, pois Deus é amor, é bondade, é misericórdia, e só ele sabe sobre o futuro.

Para os israelitas, Deus fala, através do profeta Isaías, palavras de ânimo, de esperança, de carinho: “eu te escolhi(8)... não tenhas medo... estou contigo(10)... eu te ajudarei(14)... e desmascara os deuses da Babilônia anunciando sua incompetência: “são coisa nenhuma”(24)... 

Nos dias atuais novos deuses procuram seduzir os seres humanos, principalmente a riqueza, o poder e os prazeres sexuais, que, ao invés de serem tratados como dons de Deus para que todos vivam bem e felizes, tornam-se armadilhas que escravizam e afastam as pessoas de Deus. Precisamos estar atentos e vigilantes para não nos deixarmos conquistar por essas tentações.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Isaías, Capítulo 40

Publicado em: 26/09/2013

O Senhor não cansa de buscar aqueles que estão cansados e oprimidos. Este texto vem nos mostrar que quando nos sentimos fatigados pelas lutas diárias, Deus vem nos fortalecer.

Nos momentos de fraquezas, onde não conseguimos andar por nossas próprias forças, Deus vem em nosso auxilio e nos levanta. Para isso é necessário reconhecer que somos limitados, que sozinho não conseguiremos, que nossa auto suficiência, muitas vezes nos afastam de Deus.

Se nossa esperança estiver em Deus, seremos vencedores, passaremos por todas as situações complicadas. Seremos como águias, que possuem uma forças toda especial de enfrentar as tempestades, que não desistem diante das dificuldades, pelo contrario, saem fortalecidas, com a certeza que acima das nuvens escuras, existe um céu lindo e azul.  

Deus nos procura a todo instante, quer nos ajudar e nos consolar. Vamos com confiança, entregar nossa vida ao Senhor.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Abdias, Capítulo 1

Publicado em: 25/09/2013

 

O livro de Abdias pronuncia oráculos contra Edom e anuncia o dia do Senhor e a implantação do seu reinado. Edom era um povo semita situado nas montanhas e teve uma história de guerra longa contra Judá. No ano de 587 a.C. uniu-se às tropas babilônicas e aproveitou-se cruelmente da debilidade judaica para saqueá-la.

Embora o tom seja de castigo pela lei do talião (v.15b), a mensagem não se esgota na vingança. Há promessa de esperança para o “resto santo”. O povo retornará do exílio e habitará a terra que foi habitada pelos edomitas e após o juízo, haverá a implantação do reinado do Senhor. 

O Pai nos convida a refletir: “A soberba do teu coração te pôs a perder!” (v.3) A soberba é o desejo distorcido de grandeza que nos leva a ambição desmedida, a vanglória, a hipocrisia, a ostentação, a presunção, a arrogância, a altivez e a vaidade, assim como aconteceu aos edomitas. Ela é causadora de conflitos armados como o genocídio dos judeus, a xenofobia, o racismo, o corporativismo e tantos outros.

Somos impelidos pelo Evangelho a sermos humildes e misericordiosos. A orar uns pelos outros a fim de, juntos, chegarmos a Jerusalém celeste.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 48

Publicado em: 24/09/2013

 

Chegamos ao final da leitura e do estudo do livro de Ezequiel e nos deparamos com a descrição de uma grande divisão do território, para a nova posse da terra depois do fim do exílio.

Na visão de Ezequiel, cada tribo receberá uma faixa horizontal de terreno que liga a fronteira oriental com a ocidental, e elas serão assim distribuídas: Dã, Neftali, Manasses, Efraim, Rúben, e Judá se localizarão ao norte. No meio será o território sagrado do templo e a tribo de Levi. Ao sul ficarão localizadas as tribos de Benjamim, Simeão, Issacar, Zabulon e Gad.

Neste retorno também estará sendo restabelecido o Reino de Deus, e se restaurando as nações, que se dispersaram com o exílio, mas isto só será realidade com a intervenção e a presença pessoal de Deus entre eles. A cidade restaurada terá 12 portas, três de cada lado, simbolizando sua abertura universal para os quatro ventos, e ela será assim conhecida: “O Senhor está ali”.

Que nosso coração também seja de vossa posse, Senhor, como as terras de Israel, para que como eles, possamos recomeçar e nos fortalecer sempre com a vossa presença.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 47

Publicado em: 23/09/2013

 

Ao lado do Templo de Deus ,“Um rio com seus canais alegra a cidade de Deus, a santa morada do Altíssimo” Sl 46,5.

Nesta visão de Ezequiel, o humilde canal se torna um rio caudaloso, o rio da vida que brota do lado oriental e se estende fecundando todo o território, inclusive o Mar Morto. É como se a maldição e a desventura que pesaram sobre Israel fosse lavando todo pecado e as suas consequências. 

Este território fecundado e fertilizado pelo manancial de Água Viva que brota do Templo é repartido entre as doze tribos de Israel, dando a José duas partes que serão para Efraim e Manassés, ao passo que a tribo de Levi será posta de lado.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 46

Publicado em: 22/09/2013

 

Esta passagem compõe o contexto de uma nova Jerusalém e a realidade de um povo restaurado. É possível inferir deste capítulo um tema marcante do Livro de Ezequiel: o culto como cerne da restauração da comunidade.

Desta forma, o novo templo e os rituais têm a função de ressaltar para a comunidade a necessidade vital de um símbolo concreto da “morada” de Deus junto ao povo. Para tanto, destacam-se aqui três aspectos principais: as normas para a proximidade com a comunidade restaurada; as questões patrimoniais, em que a lei existe em função da integridade dos respectivos patrimônios do príncipe e do povo; e, por fim, a confecção de alimentos sagrados, que devem ser preparados à parte, para que sua consagração não atinja o povo ou não sejam contaminados. 

Importante ressaltar, contudo, que todo o ritual descrito e o templo apresentado estão, como toda a mensagem do profeta Ezequiel, centrados em Deus, sua relação com o povo eleito, e o futuro desta relação, e, assim, são instrumentos na busca pela proximidade e intimidade com Deus.   

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 45

Publicado em: 21/09/2013

 

Neste capitulo temos a divisão das terras. Foi feito por sorteio. Ao repartirem a terra, primeiramente uma área é dada ao Senhor, este solo é a parte sagrada.

“Dessa parte, um quadrado de duzentos e cinquenta metros ficará reservado para o santuário, com terreno marginal de vinte e cinco metros em torno dele, que será destinado à pastagem. Dessa área, separe também doze mil e quinhentos metros de comprimento por cinco mil metros de largura, onde ficarão o santuário e o Santo dos santos. Essa área será a porção sagrada da terra, que se reserva para os sacerdotes que ministram no santuário, que se aproximam de Javé para o servir. Ela se destinará para suas casas e para o santuário.” (versículos 2 - 4)

Outra parte foi destinada aos levitas, que eram os responsáveis pela organização do Templo. Juntamente com as cidades, para residência deles. Uma porção, ligado ao santuário, era de toda a casa de Israel. E assim por diante toda a terra foi dividida.

Como é época de reconstrução, o Senhor pediu uma nova conduta dos príncipes: Assim diz o Senhor Javé: Chega, príncipes de Israel! Afastem-se do roubo e da exploração. Pratiquem a justiça e o direito. Parem com as violências praticadas contra o meu povo - oráculo do Senhor Javé. Usem balanças justas, efá justo e bat justo.” (versículos 9-10) 

O Senhor pediu holocaustos ao povo, em oferecimento a Ele e também por causa do pecado dos homens. No dia quatorze do primeiro mês, o Senhor pediu para realizarem a festa da Páscoa, durante sete dias pediu para comerem pães sem fermento. Neste dia, como diz a Palavra, o príncipe oferecerá um novilho como sacrifício pelo pecado, por si e por todo o povo, versículo esse que nos leva a pensar em Jesus, que é o verdadeiro sacrifício, para a salvação de todos nós.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 44

Publicado em: 20/09/2013

 

Ezequiel é o profeta do exílio e, como tal, orienta o povo sobre como se comportar ao regressar a Israel. Neste capítulo orienta como deve ser o acesso aos lugares santos e quem deve ser os responsáveis pelo culto (sacerdotes levíticos), bem como deve ser o seu comportamento.

O versículo 23 orienta como o sacertote deve discernir:  “Deverão ensinar o meu povo a distinguir entre sagrado e profano, e farão que ele conheça a diferença entre puro e impuro.” 

Nós também, pelo batismo, temos o munus sacerdotal e devemos ter a mesma missão para com as pessoas que Deus nos confia: discernir sobre o que é de Deus (sagrado) do que é do mundo (profano).

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 43

Publicado em: 19/09/2013

 

Neste capítulo, consideremos o templo como nosso coração e a glória do Senhor como Sua graça. Dessa maneira podemos seguir a leitura observando que quando a graça de Deus entra em nossos corações, o Espírito Santo nos levanta, para que então possamos ouvir a voz do Senhor. Essa voz, mansa e forte, que nos diz: “filho do homem, este é o lugar do meu trono, e o lugar das plantas dos meus pés.”

Dessa maneira, profanar o templo de Deus, significa privar a nós mesmos, da graça de Deus, impedindo-a de entrar em nossos corações, devido aos pecados e faltas que cometemos, a final onde há trevas não a luz e onde a luz não há trevas, as duas não podem se misturar.

Para que a graça continue em nossas vidas, devemos fazer como nos diz o Senhor nesta passagem, nos purificar, confessar nossos pecados para que nosso templo, ou seja, nosso coração, esteja aberto a receber a graça do Pai.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 42

Publicado em: 18/09/2013

Aqui a finalização da “visão do novo templo”, iniciada ainda no capítulo 40. Neste capítulo (42), dois versículos chama-nos a atenção: os versículos  13/14 e capítulo 20. Nestes versículos a separação do que é  santo e do que é profano.

Entender este  capítulo deve nos levar a compreender e separar em nossas vidas, o que é santo do que é profano, aquilo que são coisas do mundo e o que são de Deus.

Saber que tudo que temos e somos  vem de Deus e é de Deus, mas saber que tem coisas  importantes, e outras que ganham em prioridade e importância. As coisas de Deus devem ter lugar privilegiado em nossos corações. 

Deus em primeiro lugar e acima de tudo.

Aqui podemos lembrar de uma oração que por vezes ouvimos na Santa Missa que diz: Guardai-nos ó Deus, para que aproveitando  as coisas que passam, abracemos as que não passam. Por Cristo nosso Senhor! Amém!!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 41

Publicado em: 17/09/2013

Ezequiel continua descrevendo as formas e as dimensões do templo que lhe foi mostrado em visão. Os detalhes são tantos e tão complexos, que se torna uma tarefa muito difícil tentar comentá-los.  Além de muitas medidas, também se conhece que esta construção terá 3 andares e nestes andares 30 celas ou câmaras construídas ao lado das suas paredes.

 Esta construção nos faz lembrar que apesar de haver simplicidade em Cristo, há nele e na sua Igreja, uma grande complexidade de dons, serviços, ministérios, e carismas que juntos fazem um lindo trabalho para o reino, e que não podem ser descritos simplesmente por palavras.

 Tudo isto deve nos levar com humildade a prestar nossa reverência diante de Nosso Senhor, e não apenas ficarmos preocupados em saber como, quando e onde será erguida a tal construção narrada neste livro. Nosso Deus é muito maior e mais amplo do que as paredes que levantamos em lindos templos, eles devem servir de local adequado para o louva-lo sempre!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 40

Publicado em: 16/09/2013

 

No capítulo 40 do livro de Ezequiel, o Senhor Deus leva o profeta através de uma visão para Israel, onde um homem com instrumentos na mão para medir a construção do Templo, o pede para que ele observe tudo com atenção para levar até o povo.

Nestas últimas visões de Ezequiel, ele vê o templo restaurado e reestruturado. São muitos detalhes e muitas medidas, o que torna difícil a compreensão da estrutura. O que surpreende são os detalhes que Deus faz questão de mostrar para o profeta.

Hoje na Igreja, percebemos muito os detalhes de Deus. Não somente nas construções, mas também na função desempenhada por cada participante do corpo de Cristo. Cada um com seu talento e seu dom é chamado a fazer parte deste corpo.

A construção do templo narrada aqui é a concretização da promessa de Deus. No templo as coisas de Deus são eternizadas. No templo se separa aquilo que vem de Deus e aquilo que vem do mundo, ou seja, que é profano.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 39

Publicado em: 15/09/2013

 

Gogue é uma figura apocalíptica em Ezequiel 38 e 39, chefe de exércitos hostis, que no final dos tempos hão de lutar contra Israel numa batalha terrível.... Ele é chamado (Ez. 38,2) rei de Ros (desconhecido), Mosoque e Tubal (dois povos da Ásia Menor). Todo o seu território é indicado pela denominação: "terra de Magogue", que talvez signifique a terra do macedônio Alexandre Magno. Em Apocalipse 20,8 esse Magogue tornou-se uma figura independente ao lado de Gogue. O próprio Ezequiel deve ter visto neste Gogue um outro Agague (Núm. 24,7), o inimigo hereditário de Israel.

Nessa profecia uma das mais difícil do Antigo Testamento, Deus fala entre linhas, do reconhecimento por parte de Israel do Messias. Para nós representa a vitória final de Deus e de seu povo a Igreja Católica, o novo Israel, sobre os inimigos.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 38

Publicado em: 14/09/2013

 

Neste capítulo vemos que a restauração de Israel é ainda precária, o profeta anuncia em termos simbólicos a luta final. 

Gog, Magog são nomes legendários para emoldurar uma profecia em estilo apocalíptico.

Deus mostrará sua santidade derrotando Gog.

O povo de Israel precisava acreditar que existia um Deus todo poderoso, muitos deles viviam como pagãos, acreditavam em falsos deuses onde colocavam suas esperanças.

Muitas vezes Deus precisou agir com rigor para que o seu povo se voltasse à Ele, como podemos ver muito bem escrito no versículo 23: “ Mostrarei assim minha grandeza e minha santidade e me darei a conhecer à vista de numerosas nações. Assim saberão que eu sou o Senhor.”

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 37

Publicado em: 13/09/2013

 

Este é um dos capítulos mais conhecidos do profeta Ezequiel: é muito trágica a visão dos ossos secos e inertes e sua comparação com “toda a casa de Israel” (11). Mas é belíssima a restauração desses “mortos” pela ação de Deus: “Ossos ressequidos, ouvi a palavra do Senhor!... Vou infundir-vos, eu mesmo, um espírito para que revivais.” (4-5)  É o mistério da existência humana – a morte e a vida – que, na época, foi entendida por Ezequiel como o retorno dos desterrados à pátria, mas que hoje nos serve de alento pela promessa de Jesus: “... o Pai do céu saberá dar o Espírito Santo aos que lhe pedirem. (Lc 11, 13b)

Não vivamos, pois, como ossos secos e destruídos pelo pecado, mas sim como pessoas cheias da presença de Deus. Peçamos todos os dias: “Dá-nos, Senhor, o Teu Espírito! 

A partir do versículo 15 é apresentado o tema da unificação das tribos. Após a morte de Salomão o povo de Deus dividiu-se em dois reinos; aqui o nome de Judá é usado para o Reino do Sul e o de José para o Reino do Norte. Davi tinha criado a unidade das 12 tribos sob um rei único. Deus quer reunir novamente o seu povo.

Na oração sacerdotal contida no Evangelho de João, Jesus retoma este tema rezando  pela unidade dos cristãos: “... que todos sejam um...”  (Jo 17, 21)

Ainda estamos longe disso, mas esforços têm sido efetuados através das práticas ecumênicas. Façamos, cada um de nós, a nossa parte, olhando e tratando cada semelhante como uma pessoa amada por Deus. Valorizemos o que temos em comum e abandonemos nossas diferenças, pois só assim estaremos respondendo à vontade do Pai.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 36

Publicado em: 12/09/2013

 

Este capitulo contem uma das mais belas promessas de Deus à seu povo.

Israel está regressando à sua terra, graças ao amor misericordioso de Deus. O profeta fala da restauração da nação. O povo de Israel deve formar uma nova comunidade, diferente da anterior, agora sem idolatria e injustiças sociais. Deus vai purificar o povo,  fazendo desaparecer os pecados e imundices do passado, derramando águas puras e transformando os corações para que sejam um novo Israel. Antes do exilio, os israelitas tinham um coração de pedra, insensível e desobediente à Palavra de Deus, mas com o derramamento de um Espírito novo, eles terão não somente um novo coração, mas uma nova mentalidade diante dos caminhos retos do Senhor. "Dentro de vós, meterei meu espírito"! Israel voltará a ser realmente o povo de Deus. Esta profecia é paralela a de Jeremias, que diz "Eu serei  o seu povo e Israel será o meu povo" (Jr 31,32)

Somos filhos e herdeiros de Deus em Jesus Cristo, Seu Filho, e o Espirito é derramado hoje também em nossos corações. É Ele quem nos capacita a viver de acordo com a Palavra de Deus. Que nossa oração hoje, seja esta:

 "Senhor, cumpre sua promessa e renove seu Espirito em nossos corações. Derrama sobre nós aguas puras e dá-nos um coração de carne" . Amém

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 35

Publicado em: 11/09/2013

O Senhor destina os territórios: a Edom as montanhas de Seir e a Israel os montes de Canaã. Este capítulo narra a profecia contra o monte Seir, pois supõe que os amonitas juntaram-se aos babilônios para matar os judeus, e também narra o oráculo a favor de Israel. A cobiça e o ódio contra Israel e a insolência contra o Senhor é o grande objetivo expansionista de Edom. Por isso, a promessa de matança e desolação.

Deus nos fala daqueles que se aproveitaram da fragilidade de Israel, proferiram injúrias e palavras insolentes contra o Senhor. Muitos, atualmente, encontram-se frágeis, sentem-se desamparados, sozinhos e se perguntam, cadê Deus? Precisamos acolher e não condenar quem se encontra nesta situação. Precisamos testemunhar a presença do Deus vivo que tudo pode a todos que cruzam nosso caminho. Devemos orar, jejuar e clamar ao Pai por misericórdia.

Que Ele nos dê sabedoria e discernimento e possa realizar em cada um de nós o Seu projeto!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 34

Publicado em: 10/09/2013

Pela boca de Ezequiel, Deus denuncia os líderes de Israel como falsos pastores pelo mau atendimento que davam ao Seu povo. Não cuidaram das ovelhas de Israel, cuidaram de si mesmos, comiam bem, eram bem vestidos e bem cuidados, enquanto o povo era sofredor. O versículo 4 descreve as pessoas às quais os pastores deixaram de cuidar, pois eram tidas como fracas, doentes, feridas e perdidas.

Podemos observar o contraste em Jesus, o Bom Pastor que dá a sua vida pelas ovelhas e as protege dos lobos que iriam destruir o rebanho (Jo 10,11-12). Em Isaias 53,5, Jesus é o grande médico que cura as nossas feridas espirituais através da sua morte na cruz. Ele é aquele que busca e salva o que está perdido como menciona Lucas 19,10.

Ezequiel nos convida a participar de um novo encontro com o Deus, deixando nossa vida em sua condução; reconhecendo que Ele nos da responsabilidades até para advertir os ímpios.

No Brasil muitas manifestações estão acontecendo nas ruas. O povo, como profeta, não suporta mais ver seus governantes usando do poder em benefício próprio. Ezequiel elevou a sua voz solitária em defesa dos abandonados, e nós o que estamos fazendo para ajudá-los nos dias de hoje?

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 33

Publicado em: 09/09/2013

Inicia neste capítulo uma profecia de esperança para Israel.

A missão do profeta é comparada ao de um sentinela que deverá estar atento para prevenir o povo dos perigos iminentes, para isso o profeta deverá observar os sinais do tempo e interpretar neles a vontade de Deus.

O anúncio de não ao fatalismo, mostra  que os atos de mudança e de conduta depende do anúncio profético, mas o maior responsável somos nós mesmos ao  aceitarmos a exortação de Deus através do profeta e nos convertemos a Ele.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 32

Publicado em: 08/09/2013

 

O capítulo 32 de Ezequiel encerra-se o tema do castigo das nações tratado neste Livro, para, nas passagens seguintes, revelar a restauração do povo e o embate decisivo, a salvação de Israel.

Assim, neste capítulo, tem-se o canto fúnebre sobre o faraó, em que a espada do rei da Babilônia alcança o povo. Em segundo plano, trata-se do faraó na morada dos mortos, em que este se consola por causa de toda a sua multidão de mortos pela espada, em razão de terem espalhado o terror na terra dos vivos.

Portanto, a leitura se mostra como o final de um castigo com a perspectiva de uma restauração para uma nova Jerusalém e um povo de corações e vidas renovados.

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 31

Publicado em: 07/09/2013

Nos capítulos de 25 a 32, Ezequiel nos fala sobre o castigo das nações. Neste capítulo, em especial, ele nos fala sobre a queda do grande cedro, o faraó.  

O que podemos observar é que o Senhor fez do faraó a maior e mais linda de todas as árvores, nenhuma era como ela e em seus ramos os pássaros pousavam. 

Porém, como diz no versículo 10, o Senhor decidiu por acabar com a árvore, porque ela se encheu de soberba, de orgulho e se exaltou por ser como era e assim o Senhor deu um fim ao faraó, devido a esses mesmos sentimentos que ele tinha.

O Senhor nos pede neste capitulo que sejamos humildes, que não sejamos como o cedro, mas sim como as árvores no campo, que as enxergamos de longe, chamam a atenção, mas quando o vento bate, suas folhas chegam até o chão. 

Peçamos ao Senhor que nos ajude sempre a sermos humildes e que se nos orgulharmos, que Ele tire o mal de nossa vida.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 30

Publicado em: 06/09/2013

 

Neste capítulo, Ezequiel continua a profetizar contra o Egito, assim como no capítulo anterior. Para que seja possível nos situarmos, é necessário recordar que Ezequiel profetiza contra todos os povos vizinhos de Israel, que estiveram direta ou indiretamente ligados à sua queda frente ao rei Nabucodonosor: Amon, Moab, Edom, filisteus, Tiro e Sidônia e, por último, o Egito.
 
É interessante observarmos que Israel, para tentar escapar de Nabucodonosor, fez aliança com o Egito. Tal fato foi duramente criticado pelo profeta Jeremias, em razão de Israel ter colocado sua esperança em uma aliança com um povo estrangeiro, ao invés de confiar no verdadeiro Deus. Por esta aliança com Israel, Ezequias profetiza a queda do Egito: “Fortalecerei os braços do rei da Babilônia, e os braços do Faraó tombarão. Saberão que eu sou o Senhor, quando entregar minha espada na mão do rei da Babilônia e ele a estender contra o Egito.” (versículo 25).
 
Como mensagem da Palavra para nós hoje, façamos um exame de consciência e vejamos se nós também estamos colocando nossas esperanças em falsas seguranças ao invés de depositá-las no verdadeiro Deus.

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 29

Publicado em: 05/09/2013


Nesse capítulo de Ezequiel, o Senhor exorta o povo com mais uma profecia. Ao falar com o povo, por meio dos profetas, Deus, dá orientações claras sobre seu modo de agir, de se portar, de como conduzir a sua vida. Apesar disso, o povo não conseguia, por diversas maneiras, seguir a palavra de Deus. Não entendiam.
 
A partir do momento que Jesus veio, e mostrou a cada um de nós qual seria a melhor maneira de agir, de levar a sua vida, não houve mais a necessidade dessas profecias. Eles estão quase todas completas, a não ser sobre a segunda vinda de Jesus. Dessa maneira, torna-se mais fácil entender os caminhos pelos quais Deus quer nos guiar. A partir da vinda de Jesus, as profecias acontecem no coração do homem, em sua consciência, que é posta frente aos atos de Jesus e, a partir daí, toma-se as atitudes que sabem-se, corretas ou não.
 
Que as profecias do Senhor ocorram mais fortemente em nossos corações, todos os dias, em cada decisão de nossas vidas, e que sempre lembremos do maior profeta, Jesus.

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 28

Publicado em: 04/09/2013

 

A palavra de Deus dirigida ao rei de Tiro (11) exemplifica muito do que vivemos e fazemos. 

Encontramos na Palavra o amor de Deus, e nela procuramos viver, mas nem sempre perseveramos, voltamos aos antigos costumes, defeitos e pecados. Como diz o canto: “o mundo oferece caminhos demais”, e não resistimos e caímos diante dos homens e diante de Deus. Mas em Jesus a remissão dos pecados, mas é necessário caminhar com Ele, se abastecer pela Palavra e pela Eucaristia, pois como diz: “Vigiai e orai para que não entreis em tentações, pois o espírito esta pronto, mas a carne é fraca”. Mt 26,41

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 27

Publicado em: 03/09/2013

 

Ezequiel faz uma lamentação sobre Tiro, a maior cidade portuária daquele tempo, usando a figura de um grande navio que naufragou. Trata-se da descrição de um navio impressionante, construído por trabalhadores de várias nações. Nele foram usados materiais de primeira qualidade.

Depois de construído o navio participou do comércio de várias nações, adquirindo riquezas, e trazendo riquezas para as nações que participavam deste comércio.

Tiro e seus descendentes caíram em ruína, como se fossem os náufragos deste navio imaginário, e as nações que faziam negócios com ele lamentariam o naufrágio pois usufruíam das rotas da embarcação.

Em nosso tempo, muitas são as potências mundiais que não tem o Senhor como o condutor de sua história e podem também cair. Peçamos a Deus pelos grandes países que governam o comércio mundial para que pensem e se voltem os menos favorecidos, e rejeitem todo tipo de violência que retira a paz de nosso meio e extermina com a vida humana. Protegei-nos Senhor!

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 26

Publicado em: 02/09/2013

 

No capítulo 26 do livro de Ezequiel é relatada a profecia contra Tiro que zombou de Jerusalém quando a cidade caiu. Como castigo, Deus enviaria muitas nações para destruir Tiro e também a cidade seria varrida e saqueada.

Nabucodonosor seria usado por Deus para liderar a destruição de Tiro e também de suas cidades filhas. Esta cidade nunca mais seria reconstruída. Os povos vizinhos e os príncipes do mar ficariam pasmos com a destruição.

 

Este texto revela um pouco para nós da justiça de Deus, que é severa e dura para aqueles que não praticam sua vontade. Deus é amor, em vários textos bíblicos percebemos que Deus nos ama com um amor incondicional e eterno, e isto não muda. Mas se decidirmos por nossa própria vontade nos afastarmos do Senhor, vamos sofrer as consequências de sua justiça. 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:


Leitura do dia:
Ezequiel, Capítulo 25

Publicado em: 01/09/2013

 

Neste capítulo, consideraremos as profecias sobre os povos vizinhos de Judá – os amonitas, os moabitas, os edomitas, e os filisteus.

Estes povos vizinhos viviam atacando e perseguindo o povo de Deus. Hoje nós somos o novo Israel, e como o primeiro, somos pressionados e perseguidos. Assim como aqueles os nossos vizinhos são mais numerosos que nós e tentam a todo custo destruir nossa cultura, querem infundir pseudos valores. Mas o Senhor está conosco e é Ele quem fará todas as coisas em nosso favor.

 

Partilhe conosco sua experiência com a leitura deste capítulo escrevendo um comentário logo abaixo.

Fonte: Comissão do BíbliaDiária.com.br


Texto bíblico:
Texto Bíblico Áudio do Texto Bíblico
Comentários:

Antes de conferir a reflexão, faça a leitura do texto bíblico 

Área pessoal




Esqueceu sua senha? Recupere aqui.
Ainda não tem Cadastro? Cadastre-se aqui.





Leituras

Livro - A Bíblia no meu dia-a-dia

Cronograma

Cronogramas


Escolha um livro




Arquivo

 

Total de visualizações de página:

5.940.660


Desenvolvido e Hospedado por Cedilha Comunicação Digital Realização Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora Paróquia Sant'Ana